Light vende participação na PCH Paracambi por R$ 88,7 milhões

LinkedIn

A Light aprovou a concessão de período de exclusividade à Brasal Energia para negociar a venda, pelo valor de R$ 88,7 milhões, da participação de 51% da companhia na PCH Paracambi.

O Fato Relevante foi divulgado pela Light (BOV:LIGT3) na sexta-feira (18). Confira o documento oficial na íntegra.

Segundo o fato relevante, durante um período de exclusividade de 30 dias, a Light e a Brasal deverão negociar os termos e condições dos instrumentos aplicáveis, e, caso tais negociações sejam bem-sucedidas, a conclusão ainda depende da obtenção de anuência de autoridades regulatórias e concorrenciais.

Também neste fim de semana a empresa aprovou período de exclusividade à Brasal Energia para a negociação, por R$ 96,4 milhões, da participação de 51% de sua controlada Light Energia na Guanhães Energia, empresa que opera as PCHs Senhora do Porto, Dores de Guanhães, Fortuna II e Jacaré.

Lucro de R$ 136 milhões no 3T20, queda de 91%

A companhia viu seu lucro líquido caindo 91% na comparação com o terceiro trimestre de 2019, atingindo R$ 136 milhões.

Segundo a empresa, houve impacto não recorrente no terceiro trimestre de 2019 de um processo judicial referente ao ICMS e ajustes na Renova que alteraram a base de cálculo. Sem estes efeitos, a empresa teria tido prejuízo de R$ 11 milhões no terceiro trimestre de 2019. Com os efeitos, a empresa teve lucro de R$ 1,5 bilhão no terceiro trimestre do ano passado.

A receita operacional líquida da companhia somou R$ 2,94 bilhões, ante R$ 3,7 bilhões no ano anterior. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado foi de R$ 587 milhões, quase metado do Ebitda de R$ 1,084 bilhão visto um ano antes. Comparando com o Ebitda recorrente, no entanto, o Ebitda cresceu 101%.

Deixe um comentário