Eletrobras: Eletronorte firma aditivo com Banco Bradesco no valor de R$ 1 bilhão

LinkedIn

A Eletrobras informou que Eletronorte firmou Aditivo à Cédula de Crédito Bancário, celebrada com o Banco Bradesco, no valor de R$ 1 bilhão.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:ELET3) (BOV:ELET5) (BOV:ELET6) no sábado (20). Confira o comunicado na íntegra.

O Aditivo altera o prazo de amortização de 12 para 48 meses, a partir de sua assinatura, ficando o seu vencimento para 19 de março de 2025, com redução da taxa de juros para CDI + 2,15% a.a., pagamentos mensais e juros semestrais durante a carência de 12 meses.

A operação possibilitou à Eletronorte alongar o prazo de pagamento, bem como reduzir o custo médio da dívida.

Além disso, a operação não contará mais com a garantia da Eletrobras e não serão oferecidas outras garantias.

A operação mencionada está no escopo da iniciativa de otimização da estrutura de dívidas do Sistema Eletrobras, nos termos do Plano Diretor de Negócios e Gestão.

A Eletrobras divulgou os resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020 no dia 19 de março. 

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020

Lucro líquido de R$ 1,269 bilhão no 4T20

A Eletrobras registrou um lucro líquido de R$ 1,269 bilhão no 4T20, queda de 44% na comparação com os R$ 2,273 bilhões apurados no mesmo intervalo de 2019, conforme valores reapresentados pela companhia seguindo orientação dos órgãos reguladores. Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou negativo em R$ 299 milhões no quarto trimestre, ante os R$ 3,239 bilhões reportados mesmo período de 2019. A margem Ebitda caiu de 42% para -3% em um ano.

A receita operacional líquida somou R$ 9,013 bilhões entre os meses de outubro e dezembro, acima dos R$ 7,706 bilhões nos mesmos meses do ano anterior, alta de 17%, influenciada principalmente pela receita de transmissão impulsionada pela revisão tarifária.

O resultado financeiro ficou positivo em R$ 425 milhões, ante R$ 30 milhões negativos um ano antes, influenciado principalmente pela exposição da companhia à variação cambial.

(Informações TheCap)

Deixe um comentário