Futuros dos EUA avançam após recuo das ações em Wall Street na sessão anterior

LinkedIn

ÁSIA: As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta quarta-feira, apóe o PMI de serviços da China financiada pela Caixin / Markit ficar em 51,5 em fevereiro, uma desaceleração em relação à leitura de 52 em janeiro. Leituras de PMI acima de 50 representam expansão, enquanto aquelas abaixo desse nível significam contração. As leituras do PMI são sequenciais e mostram expansão ou contração no mês.

Na China Continental também subiram no dia, com o composto de Xangai ganhando 1,95%, para 3.576,90, enquanto o componente de Shenzhen avançou 1,229%, para cerca de 14.932,39.

O índice Hang Seng de Hong Kong liderou os ganhos entre os principais mercados da região, saltando 2,7%. As ações de bancos chineses listados na cidade tiveram fortes ganhos: o China Construction Bank subiu 5,61%, Banco Industrial e Comercial da China subiu 5,81% e o Banco da China subiu 4,09%.

O S & P / ASX 200 na Austrália subiu 0,82% para fechar em 6.818 pontos. Entre as mineradoras, BHP subiu 2,9%, Rio Tinto avançou 1,7% e Fortescue Metals disparou 5,1%. Entre as produtoras de petróleo, Santos subiu 1,6% e Woodside Petroleum avançou 0,5%.

O PIB da Austrália aumentou 3,1% ajustados sazonalmente no trimestre findo em dezembro, superando as expectativas de um aumento de 2,5% dos economistas, mas a uma taxa anual de -1,1%. O crescimento no terceiro trimestre foi 3,4%.

No Japão, o Nikkei fechou 0,51%, alta de 29.559,10 pontos, enquanto o índice Topix ganhou 0,51% encerrando seu dia de negociação em 1.904,54 pontos. O Kospi da Coreia do Sul subiu 1,29%, fechando em 3.082,99 pontos.

O índice da MSCI área Ásia-Pacífico exceto Japão ganhou 1,68%.

EUROPA: As bolsas europeias sobem na manhã desta quarta-feira, apoiada pelas altas de ações de bancos e montadoras de automóveis.

O Stoxx Europe 600 sobe 0,57%, desenhando a terceira sessão positiva consecutiva, após fechar com modesta alta na terça-feira. Os ganhos regionais são liderados pelo índice FTSE 100 que sobe 1,14%.

O alemão DAX 30 sobe 0,87%, o francês CAC 40 sobe 0,84%, enquanto o IBEX 35 da Espanha e o FTSE MIB da Itália sobem 0,45% e 0,85%, respectivamente.

Em Londres, as mineradoras listadas na LSE avançam. Anglo American e Antofagasta avançam 0,8% cada, BHP sobe 0,9% e Rio Tinto sobem 0,6%. As produtoras de petróleo também sobem. BP avança 1,8% e Royal Dutch Shell adiciona 1,5%.

Os investidores estão de olho na chanceler alemã Angela Merkel que deverá apontar estratégias de flexibilização de bloqueio, à medida que aumenta a pressão para reabrir a maior economia da região. Espera-se que Merkel concorde em gradualmente relaxar as medidas de bloqueio, de acordo com um projeto de plano visto pela Reuters.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA sobem no pregão da manhã de quarta-feira, depois que as ações caíram na sessão regular de terça-feira.

Na terça-feira, as principais índices devolveram parte dos fortes ganhos de segunda-feira. O Dow Jones Industrial Average perdeu 143 pontos, ou queda de 0,46%, pressionado por uma queda de 2,6% na Intel. O S&P 500 registrou uma perda de 0,81%.

O Nasdaq Composite caiu 1,69%, com Facebook, Microsoft, Amazon, Apple, Netflix e Alphabet, dona do Google, fechando em baixa. O Russell 200 que agrupa small caps caiu 1,93%.

O rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos, observado de perto pelos investidores recentemente, caiu para 1,40% na terça-feira. O rendimento subiu para uma alta de 1,6% na semana passada, aumentando a preocupação entre os investidores sobre os custos de empréstimos e inflação.

Ainda na terça-feira, o presidente Joe Biden disse que os EUA terão estoques de vacinas contra o coronavírus suficiente para vacinar todos os adultos do país até o final de maio, dois meses antes do previsto. O lançamento da vacina é visto como parte fundamental para fazer os americanos voltarem ao trabalho e para a recuperação da economia.

Dados de emprego do setor privada da ADP de fevereiro deverão sair às 10h15 de quarta-feira, o que dará aos investidores uma leitura sobre a situação do mercado de trabalho. Economistas esperam que 225.000 empregos privados tenham sido criados em fevereiro, mais do que os 174.000 criados em janeiro.

Às 11h45 será divulgado o PMI oficial final de serviços enquanto às 12h00, o ISM divulgará a sua versão do PMI de serviços, enquanto às 12h30 será divulgado os estoques semanais de petróleo dos EUA.

Na parte da tarde, o FED divulga o seu livro Bege às 16h00.

ÍNDICES FUTUROS – 7h30:
Dow: +0,65%
SP500: +0,55%
NASDAQ: +0,56%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: +1,81%
Brent: +1,85%
WTI: +1,77%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra ou venda de ativos.

Deixe um comentário