Hidrovias do Brasil conclui compra da Imperial Logistics por cerca de US$ 90 milhões

LinkedIn

A Hidrovias do Brasil concluiu a compra da empresa de navegação Imperial Logistics International por cerca de US$ 90 milhões.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:HBSA3) nesta segunda-feira (19). Confira o comunicado na íntegra.

A empresa adquiriu de 100% do capital social da Imperial Shipping Paraguay, a aquisição de 100% do capital social da Imperial South America BV e aquisição de 50% do capital social da Baden.

A Imperial Shipping Paraguay, opera na hidrovia Paraná-Paraguai, que faz parte do corredor logístico da região Sul, onde a Hidrovias atualmente tem operações de transporte de grãos, celulose e minério de ferro. A Transação contribuirá com o fortalecimento da presença da Companhia nesse importante corredor logístico, assim como colaborará com a manutenção da estratégia de diversificação de produtos e moedas que já é adotada atualmente.

A Hidrovias do Brasil pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 13 de maio.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 1T21

Prejuízo de R$ 105,5 milhões em 2020, revertendo lucro de 2019

A Hidrovias do Brasil teve prejuízo de R$ 105,54 milhões em 2020, revertendo lucro de R$ 58,6 milhões em 2019.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

A Hidrovias do Brasil registrou receita líquida em 2020 de R$ 1,46 bilhão, em alta de 56,0% sobre a receita da companhia em 2019, de R$ 937,9 milhões.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 2020 ficou em R$ 426,4 milhões, em queda de 5,1% ante o Ebitda de R$ 449,3 milhões em 2019.

Deixe um comentário