Rumo capta R$ 1,5 bilhão em debêntures sustentáveis

LinkedIn

A Rumo (BOV:RAIL3) captou R$ 1,5 bilhão em debêntures com compromisso de redução de gases de efeito estufa, informaram fontes ao Broadcast. A operação foi fechada na noite de sexta-feira e o Itaú ficou com a maior parte dos papéis, que também foram subscritos por outros dois investidores institucionais.

Segundo as informações, a empresa se comprometeu a reduzir a emissão desses gases em 15% até 2023, implicando num corte de 0,25 ponto porcentual no retorno das debêntures no ano seguinte, se a meta for cumprida. A emissão foi feita em duas séries, de R$ 750 milhões cada uma.

A primeira tem taxa de retorno de 1,79%, somada ao CDI. A segunda foi constituída com base a lei 12.431 e são papéis de infraestrutura, com isenção de IR para o investidor, pagando retorno de 4,77% ao ano mais IPCA.

A Rumo pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 13 de maio.

Lucro líquido de R$ 305 milhões, recuo de 61,2% em comparação com 2019

A Rumo registrou lucro líquido de R$ 305 milhões, recuo de 61,2% ante 2019. De acordo com a Rumo, o lucro líquido foi influenciado pelo menor Ebitda, pelo aumento das despesas financeiras decorrentes do impacto não caixa e não recorrente de marcação a mercado (MTM) e das outorgas das Malhas Central e Paulista, que incorreram em mais meses em 2020 do que em 2019.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

Deixe um comentário