3R Petroleum contrata bancos para captação de R$ 1,6 bilhão em regime de garantia firme

LinkedIn

A 3R Petroleum Óleo e Gás contratou o Banco Itaú BBA, BTG Pactual e a XP Investimentos para atuarem, em conjunto, como Coordenadores, sendo o Itaú o Coordenador Líder da operação, no âmbito de Potencial captação de recursos no mercado local de renda fixa em valor total de R$ 1,6 bilhão, em regime de garantia firme de colocação para tal montante, a ser dividida igualmente entre os coordenadores.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:RRRP3) nesta terça-feira (29).

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa diz os recursos obtidos poderão ser aplicados da seguinte forma: (a) a otimização da estrutura de capital, incluindo o pré-pagamento de dívida existente; (b) a realização de investimentos nos ativos de seu portfólio; e (c) a aquisição de ativos adquiridos da Petrobrás.

A potencial captação, caso concluída, será garantida por: (i) garantia fidejussória das subsidiárias 3R Macau S.A., 3R Rio Ventura, 3R Fazenda Belém, 3R Pescada e 3R Candeias; (ii) cessão fiduciária dos direitos creditórios das Subsidiárias; cessão fiduciária de conta reserva; e (iv) alienação fiduciária das ações das Subsidiária.

“Ressalta-se que, neste momento, a companhia não realiza qualquer lançamento de oferta de captação no Brasil ou em qualquer outra jurisdição. A Potencial Captação está sujeita, ainda, às condições do mercado de capitais brasileiro, às aprovações societárias necessárias da companhia, à celebração dos contratos definitivos, à conclusão satisfatória dos procedimentos usuais em operações análogas, dentre outros fatores alheios à vontade da empresa”, diz a 3R.

3R Petroleum (RRRP3): prejuízo líquido de R$ 43,9 milhões no 1T21, alta de 37,3%

3R Petroleum Óleo e Gás teve prejuízo líquido atribuíveis aos controladores de R$ 43,9 milhões no primeiro trimestre deste ano (contudo, sem efeito de caixa), uma alta de 37,7% sobre a perda de R$ 31,924 milhão de igual período de 2020.

receita líquida cresceu 55,8% na mesma comparação e somou R$ 132,8 milhões. A maior pressão nas contras veio da disparada de 407,5% das despesas financeiras líquidas, que passaram de R$ 27,9 milhões para R$ 141,7 milhões entre dezembro e março.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado foi de R$ 79,3 milhões, com margem de 59,7%.

Informações Broadcast

Deixe um comentário