Braskem anuncia resultado de recompra de bônus internacionais com vencimentos em 2023 e 2041

LinkedIn

A Braskem anunciou a recompra de bônus emitidos no mercado internacional por suas subsidiárias Braskem Netherlands Finance e Braskem America Finance.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:BRKM5) nesta sexta-feira (18). Confira o documento na íntegra.

Dos US$ 206,895 milhões em bônus com vencimento em 2023, o montante aceito na recompra foi de US$ 70,165 milhões. Já para os títulos com vencimento em 2041 foram aceitos na recompra US$ 163,015 milhões dos US$ 750 milhões emitidos.

A empresa informa que a liquidação está prevista para 22 de junho.

Os montantes não incluem nenhum valor de bônus nos termos dos procedimentos de entrega garantida. Além disso, algumas condições gerais da oferta conforme descritas na oferta de recompra datada em 11 de junho de 2021 foram satisfeitas, e cada um dos Ofertantes aceitou a recompra de Bônus que foram validamente incluídos na oferta e que não foram validamente retirados antes da data de expiração.

Cada um dos ofertantes pagará a consideração aplicável para cada US$ 1.000 de montante principal dos bônus validamente incluídos na oferta e aceitos para pagamento, acrescido de juros incorridos.

As ofertantes contrataram o Credit Agricole Securities e o Santander Investment Securities para atuar como assessores da Oferta e D.F. King & Co., para atuar como agente da Oferta.

Lucro de R$ 2,49 bilhões no 1T21, revertendo prejuízo

Braskem, maior produtora de resinas das Américas, teve lucro líquido de R$ 2,49 bilhões no primeiro trimestre, revertendo o prejuízo de R$ 3,65 bilhões um ano antes, na esteira da melhora dos spreads petroquímicos no Brasil, Estados Unidos, Europa e México, da melhora do resultado financeiro e da monetização de R$ 761 milhões em créditos de PIS e Cofins.

“A esses impactos positivos, se contrapõem, principalmente a variação negativa do capital de giro, principalmente em função do impacto do aumento do preço de resinas e principais químicos no mercado internacional em contas a receber e do impacto do aumento do preço da nafta no custo do produto acabado em estoques”, diz a Braskem que cita ainda o maior pagamento de juros no trimestre, que foi superior ao último trimestre de 2020 por conta do pagamento de juros de bonds emitidos pela companhia em 2020.

receita líquida  avançou 80%, a R$ 22,7 bilhões nos três primeiros meses do ano, na comparação anual, enquanto o resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) recorrente saltou de R$ 1,28 bilhão para R$ 6,94 bilhões.

Deixe um comentário