‘Ninguém quer saber do Brasil’, afirma ex-presidente da CVM ao falar do medo dos investidores estrangeiros

LinkedIn

Roberto Teixeira da Costa, ex-presidente da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil, falou em entrevista sobre a visão atual dos investidores estrangeiros em relação ao Brasil. De acordo com ele, o Brasil precisa passar por grandes mudanças políticas em 2022 para a realidade ser diferente.

Como economista, da Costa ressaltou que o país é visto como um país “problema” para todo o mundo. Assim, ele defende que, para que a imagem da nossa pátria seja mudada junto aos investidores no próximo ano, o resultado das eleições de 2022 precisa ser diferente.

Entretanto, ele afirma “ter medo do Brasil” por conta do desmonte ambiental do governo federal relacionado ao meio ambiente e aos direitos humanos. O economista ressalta que hoje, nosso país não tem “mínimas condições” para abrir capital estrangeiro.

“Hoje, não somos solução para nada. Somos o problema.”, comenta. “Se o Brasil tivesse mínimas condições, deveríamos estar sendo abarrotados de capital. Só que o Brasil, hoje, é um pária do mundo. Ninguém quer saber do Brasil.”

Uma nova política para o Brasil

O economista continua seus comentários sobre os investimentos estrangeiros em nossa pátria falando que tudo está na mão do povo. Isso porque a mudança virá a partir das eleições de 2022, com a sociedade buscando “estadistas” e tirando o presidente Jair Bolsonaro do jogo.

“A grande esperança são as eleições de 2022. Não acredito que consigamos mudar a nossa imagem externa agora.”, deu sua opinião. “Acredito no povo brasileiro. Acho que, no fim do dia, as pessoas vão se dar conta de que, realmente, precisamos mudar.”, finalizou.

Entretanto, o economista não poupou o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva de suas críticas. Ele comentou que o ex-presidente até “teve bons períodos”, mas não conseguiu mudar a realidade do país, aumentando, inclusive, os níveis de corrupção.

Enfim, o temor dos investidores internacionais sobre nosso país é grande. Além disso, para falar mais sobre o assunto, o economista lançou recentemente um livro com o nome: “O Brasil tem medo do mundo? Ou o mundo tem medo do Brasil?”

Por Gabrieli Torres

Deixe um comentário