Petz anuncia a aquisição da plataforma Cansei de Ser Gato Serviços de Produção de Conteúdo

LinkedIn

A Petz celebrou contrato de aquisição do Cansei de Ser Gato Serviços de Produção de Conteúdo, uma das maiores plataformas digitais de conteúdo e produtos exclusivos para gatos no Brasil.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:PETZ3), nesta segunda-feira (21).

Fundado em 2013 pelas empreendedoras Amanda Nori e Stéfany Guimarães, o CDSG cria conteúdos bem humorados e educativos, além de produtos exclusivos para gatos.

Os conteúdos estão presentes nas principais mídias sociais (Instagram, Facebook, etc), somando mais de 1,7 milhão de seguidores.

O CDSG possui no Spotify o “PodCat”, um dos podcasts mais escutados durante o ano de 2020 no Brasil. Já em relação aos produtos diferenciados – tais como comedouros, arranhadores, camas de parede – são comercializados desde 2015 pelo ecommerce (www.canseidesergato.com.br), com foco tanto no desenvolvimento minucioso do item de acordo com a preferência do público “gateiro”, quanto na experiência de compra.

“A entrada do CDSG no ecossistema da Petz, com a permanência das fundadoras na operação, fortalece nosso posicionamento de liderança no setor Pet com uma plataforma especializada em gatos, categoria essa que tem se destacado pelas taxas de crescimento”, explicou a companhia em um comunicado.

A Petz informou que, como maior plataforma Pet do país, visa alavancar as soluções oferecidas pelo CDSG por meio da nossa estratégia omnichannel e potencializar a capacidade de criação e inovação das fundadoras, dando o suporte necessário para as principais atividades da operação.

O valor da aquisição não foi divulgado.

VISÃO DO MERCADO

Guide Investimentos 

Para o analista, a empresa, que havia reportado um crescimento de 235% no seu canal digital no 1T21, totalizando 29% de sua receita total, faz a sua primeira aquisição, com fortalecendo a sua presença em um setor que se destaca pelo crescimento, além de criar um maior engajamento com a marca por meio da geração de conteúdo e interação com seu público. Vemos a aquisição pequena pelo tamanho de mercado da Petz, mas que indica que a companhia deve aumentar a sua presença digital no segmento pet, que ainda é bastante fragmentado.

Petz (PETZ3): lucro líquido de R$ 11,5 milhões no primeiro trimestre, queda de 40,7%

A Petz registrou luro líquido de R$11,5 milhões contra R$19,4 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, uma queda de 40,7%, explicado principalmente pelos efeitos não recorrentes que impactaram a base de comparação. Excluindo esses efeitos, o Lucro Líquido teria crescido 59,3% na comparação anual.

receita bruta total foi de R$ 537,5 milhões, crescimento de 52,8% na comparação anual. O faturamento do Digital foi de R$155,5 milhões no 1T21, um expressivo crescimento de +235,5% em relação ao ano anterior.

Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado foi de R$40,2 milhões no 1T21, um crescimento de 36,3% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. A margem EBITDA Ajustado no trimestre representou 7,5% da Receita Bruta Total, 0,9 p.p. inferior ao 1T20, reflexo dos efeitos já mencionados anteriormente.

Deixe um comentário