Confira os Indicadores Econômicos desta quinta-feira (29/07/2021) - IGP-M, Governo Central, Desemprego, PIB…

LinkedIn

Confira os principais indicadores econômicos de hoje, em destaque o número de novos pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos caiu em 24 mil solicitações na semana encerrada em 24 de julho, totalizando 400 mil, após ter alcançado 424 mil na semana anterior, segundo estatísticas do Departamento do Trabalho ajustadas por fatores sazonais.

Brasil

  • Governo central tem déficit de R$ 73,553 bilhões em junho

O Governo Central – que reúne o Tesouro Nacional, a Previdência Social e o Banco Central – teve déficit primário de R$ 73,553 bilhões em junho, déficit menor ao observado em junho de 2020, quando foi deficitário em R$ 194,853 bilhões.

O Tesouro Nacional respondeu por um déficit de R$ 18,190 bilhões, enquanto a Previdência registrou um déficit de R$ 55,141 bilhões. O resultado do Banco Central no período foi deficitário em R$ 221 milhões. No ano, o resultado primário do governo central foi negativo em R$53,654 bilhões, ante um déficit de R$ 417,346 bilhões no mesmo período de 2020.

No período, o Tesouro apresentou superávit de R$ 105,017 bilhões, o Banco Central um déficit de R$ 291 milhões e a Previdência um saldo negativo de R$ 158,380 bilhões.

  • IGP-M variou 0,78% em julho, acumulando alta de 15,98% no ano

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) variou 0,78% em julho, contra 0,60% no mês anterior. Com este resultado o índice acumula alta de 15,98% no ano e de 33,83% em 12 meses. Em julho de 2020, o índice havia subido 2,23% e acumulava alta de 9,27% em 12 meses.

“Efeitos sazonais, exportações e a alta acumulada nos preços das rações orientaram a aceleração do índice ao produtor, que nesta apuração, contou com a destacada influência de três itens: minério de ferro (-3,04% para 2,70%), adubos ou fertilizantes (5,70% para 14,28%) e leite in natura (6,20% para 5,74%). No âmbito do consumidor, os destaques foram os energéticos. A tarifa elétrica avançou 5,87% e o GLP 4,05%”, afirma André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) subiu 0,71% em julho, ante 0,42% em junho. Na análise por estágios de processamento, a taxa do grupo Bens Finais variou 1,08% em julho. No mês anterior, o índice havia registrado taxa de 1,32%. A principal contribuição para este resultado partiu do subgrupo alimentos processados, cuja taxa passou de 2,45% para 1,36%, no mesmo período. O índice relativo a Bens Finais (ex), que exclui os subgrupos alimentos in natura e combustíveis para o consumo, variou 1,13% em julho, ante 1,95% no mês anterior.

Europa

  • Taxa de desemprego da Alemanha caiu para 5,7% em julho

A taxa de desemprego da Alemanha caiu para 5,7% em julho, depois de marcar 5,9% em junho, segundo a Agência Federal de Emprego do país. Em dados com ajuste sazonal, o número de desempregados caiu em 91 mil pessoas em julho.

Em dados sem ajuste sazonal, o número de desempregados na Alemanha caiu em 23,5 mil pessoas em julho ante junho, para um total de 2,590 milhões. Já na comparação com julho de 2020, o número de desempregados diminuiu em 319,6 mil pessoas.

  • Índice de sentimento econômico da zona do euro subiu para 119,0 pontos em julho

O índice de sentimento econômico da zona do euro subiu para 119,0 pontos em julho, de 117,9 pontos em junho, marcando o maior nível já registrado e a sexta alta consecutiva, de acordo com informações divulgadas pela Comissão Europeia.

Em comparação com os últimos meses, a melhoria mais recente foi muito mais fraca, sugerindo que o indicador está se aproximando de seu pico, diz a Comissão Europeia.

Os dados mostraram também que o subíndice de confiança do consumidor da eurozona caiu para -4,4 pontos em julho, após os -3,3 pontos de junho, segundo dados revisados. A versão preliminar do índice de confiança havia mostrado dados idênticos.

  • Índice de preços ao consumidor da Alemanha subiu 3,8% em julho

O índice de preços ao consumidor da Alemanha subiu 3,8% em julho na comparação com o mesmo mês do ano anterior, após apresentar alta de 2,3% em junho, de acordo com dados preliminares divulgados pelo Escritório Federal de Estatísticas (Destatis). Na comparação entre julho e junho, o índice subiu 0,9%.

Os preços de energia (que incluem eletricidade e combustíveis) avançaram 11,6% em julho em base anual, após a alta de 9,4% em junho. Os preços de alimentos subiram 4,3%, depois da alta de 1,2% reportada no mês anterior.

Os preços dos bens cresceram 5,4% em julho, em base anual, após a alta de 3,1% de junho. Enquanto isso, os preços dos serviços subiram 2,2%, depois de avançarem 1,6% no mês anterior.

Estados Unidos

  • PIB dos EUA cresceu 6,5% no segundo trimestre, ficando abaixo das expectativas

A economia dos EUA acelerou a um ritmo forte no segundo trimestre em um sinal de que os EUA escaparam das algemas da pandemia Covid-19, informou o Departamento de Comércio nesta quinta-feira.

O produto interno bruto, uma medida de todos os bens e serviços produzidos durante o período de abril a junho, acelerou TK% em uma base anualizada.

No entanto, o ganho foi consideravelmente menor do que a estimativa de 8,4% do Dow Jones.

O ganho também foi um indicador de quão longe a economia evoluiu das paralisações impostas durante os primeiros dias da pandemia, quando o governo em todo o país suspendeu grandes áreas da atividade econômica para combater a propagação da Covid-19.

Em seu ponto mais baixo, a economia entrou em colapso 31,4% no segundo trimestre de 2020; ele se recuperou 33,4% no período de três meses subsequente e continuou a se mover para o normal desde então.

  • Pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos caiu em 24 mil solicitações na semana encerrada em 24 de julho

O número de novos pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos caiu em 24 mil solicitações na semana encerrada em 24 de julho, totalizando 400 mil, após ter alcançado 424 mil na semana anterior, segundo estatísticas do Departamento do Trabalho ajustadas por fatores sazonais.

Os analistas previam 380 mil pedidos. Uma queda nos pedidos sugere que menos pessoas estão sem trabalho, enquanto uma alta indica o contrário. A média móvel dos pedidos de seguro-desemprego feitos nas últimas quatro semanas, um indicador menos volátil, subiu em 8 mil, em 394,5 mil pedidos.

O número total de pessoas que estavam recebendo seguro-desemprego do governo norte-americano na semana encerrada em 17 de julho subiu em 7 mil, para 3,269 milhão. A média móvel de quatro semanas do número de pessoas que seguem recebendo seguro-desemprego caiu em 53,75 mil para 3,290 milhões.

Ásia

=> Os resultados de indicadores dos países asiáticos saem após o encerramento das negociações das Bolsas ocidentais, em virtude do fuso horário, portanto, apenas  disponíveis no próximo dia, aguarde para mais atualizações…

Deixe um comentário