Mitre: Lançamentos somam R$ 237 milhões no 2TRI

LinkedIn

A Mitre Realty anunciou a prévia dos resultados operacionais do segundo trimestre de 2021 (2T21).

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:MTRE3) nesta terça-feira (13). Confira o documento na íntegra.

A Mitre atingiu R$ 211,7 milhões de vendas brutas no trimestre, excluindo comissões, comparadas a R$ 110,7 milhões no 1T21 e R$ 52,3 milhões no mesmo período de 2020, aumento de 91,1% trimestre contra trimestre e 304,4% ano contra ano.

No 2T21, excluindo comissões e distratos, a companhia obteve venda líquida de R$ 188,4 milhões, sendo R$ 126,9 milhões referentes aos lançamentos do trimestre e R$ 61,5 milhões dos produtos em estoque, superando os R$ 34,7 milhões do 2T20 em 442,7%.

Na comparação com o trimestre anterior, as vendas líquidas foram 127,4% superiores, impulsionadas pela reabertura dos stands e pelo sucesso dos lançamentos realizados.

No 2T21, a Mitre realizou 2 lançamentos, o Haus Mitre Campo Belo e o Haus Mitre Residences 370, totalizando R$ 237 milhões de Valor Geral de Vendas em 415 unidades.

Das unidades lançadas, 219 já foram vendidas e, somadas às 146 unidades vendidas do estoque, totalizam 365 unidades vendidas no trimestre.

No ano, a Mitre já lançou R$ 356 milhões em VGV. No mesmo período de 2020 não houve lançamento.

“Nos últimos 12 meses, a companhia alcançou R$1,28 bilhões de VGV lançado, evidenciando sua capacidade de execução, e reforça seu Guidance de lançar entre R$ 1,5 e R$ 2 bilhões em 2021”, afirmou a Mitre em um comunicado.

Segundo a empresa, todos os lançamentos do ano atingiram níveis extremamente satisfatórios de vendas, com 48,8% em VGV vendido, na média, ao final do trimestre.

O Índice de Vendas sobre Oferta no 2T21 foi de 29,5%, comparado a 16,8% no 1T21 e 30,9% no 2T20. O aumento de 12,8 p.p., em comparação ao trimestre anterior, mais uma vez comprova a qualidade dos produtos Mitre e a assertividade da estratégia de desenvolver os melhores empreendimentos de cada bairro. No trimestre, a Companhia atingiu um VSO de lançamento de 57,0%.

VISÃO DO MERCADO

Bradesco BBI

Na avaliação do Bradesco BBI, embora a Mitre tenha mostrado notável velocidade de vendas durante o trimestre, ela está se tornando cada vez mais dependente de lançamentos de dimensionamento para manter as engrenagens funcionando.

Do lado positivo, o pipeline da empresa não deve ser incomodado por atrasos nas aprovações tanto quanto seus pares, uma vez que desenvolve projetos menores e mais simples (muitas vezes sujeitos a uma via rápida de licenciamento, “Aprova Rápido”).

“No entanto, muito mais lançamentos estão programados para um segundo trimestre apertado do que a empresa já tem em seu currículo, apesar do volume dos últimos 12 meses apresentar um sólido VGV lançado de R$ 1,2 bilhão”, apontam os analistas.

Bradesco BBI tem recomendação neutra e preço-alvo de R$ 19,00…

BTG Pactual 

Na avaliação do BTG Pactual, a prévia operacional da Mitre Realty no segundo trimestre veio morna, com as vendas líquidas de R$ 188 milhões sendo 7% maiores que o projetado enquanto os lançamentos de R$ 237 milhões foram 33% menos que os analistas Gustavo Cambauva e Elvis Credendio esperavam.

“O resultado foi razoável, com lançamentos fracos (explicado pela pandemia e demora em alvarás), mas as vendas foram fortes (com demanda aquecida)”, explica o relatório. O banco aponta que a empresa tem forte potencial de crescimento, com bom banco de terrenos e diretoria comprometida.

O BTG Pactual tem recomendação de compra para Mitre Realty com preço-alvo de R$ 20,00…

Eleven Financial 

A Mitre reafirmou que irá lançar entre R$ 1,5 bilhão e R$ 2,0 bilhões em 2021, o que acreditamos factível, dado o bom momento de vendas do mercado imobiliário e seu histórico recente de lançamentos, já que no 2S20 a companhia lançou R$ 920,1 milhões em VGV, totalizando nos últimos doze meses R$ 1,3 bilhão. Além disso, sua estrutura de capital desalavancada e baixo nível de estoque pronto são bons fundamentos para que haja um maior volume de lançamentos nos próximos trimestres.

Com atuação nos segmentos de média e média-alta renda na cidade de SP e presença em regiões menos concorridas com alta demanda e pouca oferta, a Mitre possui duas linhas de produtos distintas: Raízes, focada no público de média renda, e Haus Mitre, voltada para o público de média-alta renda. Ambas as linahs de produto são customizadas para cada região, com metragens e tipologias variadas.

Como vantagens competitivas vemos modelo de negócio verticalizado e diversificação de produto, diversificação do produto, com projetos icônicos focados em geração de valor e novo estilo de vida, baixo estoque, tornando a estrutura da companhia mais leve em termos de eficiência de custos.

A Eleven acredita que os principais riscos podem ser atraso na obtenção de alvarás e nas obras, afetando os riscos de execução do plano de crescimento, dificuldade no crescimento do banco de terrenos seja por conta da localização ou questões de preço e alta concentração do mercado de atuação em SP.

Eleven tem recomendação de compra com preço-alvo de R$ 20,00…

A empresa pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 09 de agosto.

Deixe um comentário