CBA conclui processo de aquisição dos ativos de auto-produção eólica Ventos de Santo Anselmo e Ventos de Santo Isidoro

LinkedIn

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) concluiu o processo de aquisição dos ativos de auto-produção de energia eólica Ventos de Santo Anselmo e Ventos de Santo Isidoro localizados entre os Estados de Pernambuco e Piauí. Os valores pagos foram de R$ 47,11 milhões e R$ 12,44 milhões, respectivamente, segundo o comunicado divulgado pela empresa.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:CBAV3) nesta segunda-feira (30).

Os Parques Eólicos, conjuntamente detidos pela VTRM, joint venture formada pela Votorantim Energia e CPP Investments, integram o complexo Ventos do Piauí I e II. As unidades têm 171,6MW de capacidade instalada, equivalentes a 74,4 MW médios de energia assegurada.

O fornecimento de energia será destinado às Fábricas de Itapissuma e Alumínio, com início previsto para 2023. Com a conclusão da operação, a CBA reforça seus investimentos na diversificação da matriz de energia renovável.

Os contratos foram celebrados em 30 de dezembro de 2020 de forma direta, via CBA, e indiretamente, via CBA Itapissuma, controlada da companhia. Com a conclusão dos contratos, a CBA e a CBA Itapissuma passarão a deter a totalidade das ações ordinárias classe B de emissão das Empresas-Alvo, que representam 49% do capital social total.

Também estão sendo celebrados hoje os acordos de acionistas das Empresas-Alvo, entre a CBA e a VTRM Energia e entre a CBA Itapissuma e a VTRM.

Informações Broadcast

Deixe um comentário