Movida aprovou a 7ª emissão de debêntures simples no valor de até R$ 1,750 bilhão

LinkedIn

O Conselho de Administração da Movida aprovou a 7ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, com garantia adicional fidejussória, em até 3 séries, no valor de até R$1.750.000.000,00, na data de emissão.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:MOVI3) nesta quinta-feira (26). Confira o comunicado na íntegra.

A Emissão será realizada em até 3 séries, no valor de R$ 1.400.000.000,00 para as debêntures da 1ª série e debêntures da 2ª série, as quais serão alocadas no sistema de vasos comunicantes, conforme procedimento de bookbuilding; e R$ 350.000.000,00 para as Debêntures da 3ª série.

O valor nominal unitário ou valor nominal unitário atualizado, conforme o caso, das debêntures será amortizado da seguinte forma:

  • 1ª série: em 2  parcelas, sendo a primeira devida em 15 de setembro de 2025 e a última devida na data de vencimento das debêntures da 1ª série, qual seja, 15 de setembro de 2026;
  • 2ª série: em 3 parcelas, sendo a primeira devida em 15 de setembro de 2027, a segunda devida em 15 de setembro de 2028, e a última devida na data de vencimento das debêntures da 2ª série, qual seja, 15 de setembro de 2029; e
  • 3ª série: em 3 parcelas, sendo a primeira devida em 15 de setembro de 2029, a segunda devida em 15 de setembro de 2030, e a última devida na data de vencimento das debêntures da 3ª série, qual seja, 15 de setembro de 2031.

Os recursos obtidos pela Companhia por meio da emissão das Debêntures da 1ª série e das Debêntures da 2ª série serão destinados para capital de giro, gestão de caixa e reforço de liquidez, com o alongamento no perfil de dívida da Companhia e/ou das suas controladas (inclusive, por meio de liquidação de dívidas em geral).

Já os recursos obtidos pela Companhia por meio da emissão das Debêntures da 3ª série serão destinados para aquisição pela da Companhia e/ou por suas controladas de frota de veículos elétricos, híbridos ou que funcionem por meio de energia limpa (sem utilização de combustíveis fósseis).

As Debêntures da 3ª série serão caracterizadas como “debêntures verdes”, com base no reporte de sustentabilidade elaborado pela Companhia a ser devidamente verificado e validado por um consultor independente, atestando que as captações feitas no amparo do Framework cumprem com as regras emitidas pela International Capital Market Association e constantes do Green Bond Principles (GBP) de 2021, conforme atualizado, para caracterização da emissão das Debêntures da 3ª série na categoria “transporte limpo”; e marcação nos sistemas da B3 como título verde, observados os procedimentos adotados pela B3.

Deixe um comentário