Vale aprova pagamento de R$ 40 bilhões em dividendos

LinkedIn

O conselho de administração da Vale aprovou o pagamento de R$ 40 bilhões em dividendos, correspondente a R$ 8,108316476 por ação. O pagamento está previsto para o dia 30 de setembro. Os titulares de American Depositary Receipts (ADRs), negociadas New York Stock Exchange, receberão o valor através do Citibank, a partir de 8 de outubro.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:VALE3) nesta quinta-feira (16).

A data de corte para os detentores de ações da companhia negociadas na B3 será na próxima quarta-feira (22) e para os ADRs, dia 24. Os papéis serão negociados “ex-dividendos” em ambos os mercados a partir da próxima quinta (23).

A Vale informou ainda que o conselho aprovou o cancelamento de 152.016.372 ações ordinárias de emissão da companhia adquiridas em programas de recompra anteriores ao atualmente vigente e mantidas em tesouraria, sem redução do valor do seu capital social. Em decorrência do cancelamento, o capital social da empresa passa a ser dividido em 5.132.458.398 ações ordinárias e 12 ações preferenciais de classe especial, todas sem valor nominal.

Com isso, informa que o valor dos dividendos por ação poderá sofrer pequena variação em decorrência do programa de recompra e a consequente alteração do número de papéis em circulação. Nesse caso, a companhia fará um novo Aviso aos Acionistas informando o valor final por ação.

O atual programa de recompra, aprovado em 1º de abril de 2021, permanece em vigor, observados os limites da legislação vigente, esclarece a mineradora em fato relevante divulgado há pouco.

VISÃO DO MERCADO

BTG Pactual

O pagamento dos dividendos havia sido previsto por um relatório do BTG Pactual (BPAC11). No último dia 14, o relatório informava que os dividendos da Vale seriam anunciados nos dias seguintes, o que de fato ocorreu.

“Enquanto a maioria dos investidores parece estar fixados na correção do preço do minério de ferro, acreditamos que há menos atenção a este ‘evento’ do que deveria haver”, diz trecho do relatório

“Isso também implicaria que a Vale distribuiria cerca de US$ 20 bilhões em retornos em dinheiro aos acionistas ao longo de 2021, que consideramos substanciais e incomparáveis no setor”, complementou o relatório, na ocasião.

Para o BTG, a parte mais importante é que a gestão permanece altamente disciplinada. Isto é relativo à alocação de capital. Apontou ainda que a companhia continuará executando um modelo de negócios “asset light”. O que ainda implica que a maior parte da agenda deve envolver os retornos em dinheiro dos acionistas

Informações Broadcast

Deixe um comentário