Dólar fecha com alta, pressionado pela forte aversão global ao risco devido ao confronto geopolítico e suas implicações econômicas

LinkedIn

O dólar comercial fechou em R$ 5,0790, com alta de 0,01%. A moeda norte-americana foi pressionada, durante toda a sessão, pela forte aversão global ao risco devido ao confronto geopolítico e suas implicações econômicas, e pelo forte fluxo estrangeiro, que continua sendo favorável à moeda brasileira.

Segundo a equipe da Ouro Preto Investimentos, “este movimento de realocação vai se intensificando, com os ativos de risco continuando a vir para o Brasil, que é um dos países mais beneficiado pela alta das commodities”.

“O petróleo subindo poderia benéfico para o país, mas a possibilidade de uma intervenção nos preços é muito mal vista pelo mercado”, analisa a Ouro Preto.

De acordo com o economista-chefe da Infinity Asset, Jason Vieira, “não apenas o Brasil, mas grandes produtores de commodities, como Austrália e África do Sul, estão se beneficiando”. O fluxo estrangeiro, ressalta Vieira, está puxando o dólar para baixo.

Para a economista e estrategista de câmbio do Banco Ourinvest, Cristiane Quartaroli, “alguns países estão considerando banir a importação de petróleo da Rússia, o que fez o preço subir novamente”.

Quartaroli vê, entretanto, um movimento diferente no Brasil: “O comportamento da nossa moeda tem sido beneficiado pelo preço das commodities”, observa.

Data Compra Venda Variação Variação
2/03/2022  5,1068 5,1073 -0,939% -0,0484
3/03/2022  5,0275 5,028 -1,553% -0,0793
4/03/2022 5,0773 5,0783 1% 0,0503
07/03/2022 5,0792 5,0797 0,028% 0,0014

💵 Está pensando em viajar? Faça a conversão de moedas gratuitamente!

🇧🇷 – US$ 1 = R$ 5,07

🇪🇺 – US$ 1 = €$ 0,92

🇬🇧 – US$ 1 = £$ 0,76

Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

(Com informações da TC, UOl e Agencia CMA)

Deixe um comentário