Pagamentos transfronteiriços da CBDC são ‘viáveis', diz relatório

LinkedIn

Os pagamentos transfronteiriços usando moedas digitais podem estar se aproximando da realidade, já que bancos centrais da Austrália, África do Sul, Cingapura e Malásia disseram em um relatório na terça-feira (22) que sua plataforma protótipo para liquidar ativos virtuais apoiados pelo Estado era “tecnicamente viável”.

O “ Projeto Dunbar ” busca eliminar os intermediários financeiros e reduzir o tempo e o custo do pagamento no exterior – tornando a liquidação tão fácil quanto as transações domésticas.
O protótipo, lançado em setembro, ainda está preso a questões de regulamentação e governança, bem como a quem deve ter acesso direto à plataforma.
Os planos significam que os bancos comerciais podem pagar uns aos outros diretamente na moeda digital de outro país.
É o mais recente de uma série de projetos convocados pelo Bank for International Settlements, que também explorou o uso de ativos tokenizados para negociação de títulos na Suíça e títulos verdes ecologicamente corretos em Hong Kong.
O chefe do BIS Singapore Innovation Hub, Andrew McCormack, disse em um comunicado à mídia que o projeto estava “lançando as bases para o desenvolvimento de futuras plataformas globais e regionais”.
Com informações de CoinDesk

Deixe um comentário