Biden diz às empresas petrolíferas em carta que as margens de lucro das refinarias são ‘inaceitáveis’

LinkedIn

O presidente Joe Biden pediu na quarta-feira (15) que as empresas de refino de petróleo dos EUA produzam mais, dizendo que precisam ajudar a aliviar o fardo dos preços altos para os consumidores.

“Em tempos de guerra – margens de lucro historicamente altas das refinarias sendo repassadas diretamente para as famílias americanas não são aceitáveis”, disse o presidente em uma carta para empresas petrolíferas, incluindo Exxon Mobil (NYSE:XOM) e Chevron (NYSE:CVX).

″Empresas devem tomar ações imediatas para aumentar a oferta de gasolina, diesel e outros produtos refinados”, acrescentou a carta.

O apelo de Biden ocorre quando os altos custos de energia aumentam as preocupações inflacionárias em toda a economia. A média nacional para um galão de gasolina ultrapassou US$ 5 no fim de semana pela primeira vez registrada, de acordo com a AAA.

A média nacional agora é de US$ 5,014, o que representa US$ 0,54 a mais do que há um mês, e US$ 1,94 a mais que no ano passado.

As refinarias não podem simplesmente aumentar a produção e as taxas de utilização já estão acima de 90%. Além disso, algumas refinarias estão sendo reconfiguradas para produzir produtos alternativos como o biocombustível.

A capacidade de refino caiu desde o início da pandemia, o que é um fator para o rápido avanço dos preços dos combustíveis. A demanda voltou à medida que a economia recomeça e as pessoas voltaram a viajar, mas a oferta continua apertada.

A perda de produtos refinados russos exacerbou o desequilíbrio, com a Europa agora procurando combustível em outros lugares.

Biden disse que seu governo está preparado para usar “todas as ferramentas razoáveis ​​e apropriadas do governo federal e autoridades de emergência para aumentar a capacidade e a produção das refinarias no curto prazo”.

Biden observou em sua carta que a escassez de refino é um “desafio global e uma preocupação global”, com cerca de 3 milhões de barris por dia de capacidade global offline desde o início da pandemia.

Ainda assim, ele apontou para a “desconexão sem precedentes entre o preço do petróleo e o preço do gás”.

“Desde o início do ano, as margens das refinarias para o refino de gasolina e diesel triplicaram e estão atualmente nos níveis mais altos já registrados”, disse ele.

Biden observou que a última vez que o petróleo estava sendo negociado a US$ 120 por barril, o preço médio do gás na bomba era de cerca de US$ 4,25 por galão.

Os preços do petróleo estavam sendo negociados um pouco mais baixos após a carta de Biden, com o West Texas Intermediate, a referência dos EUA, em US$ 118,45.

A carta do presidente também foi endereçada às gigantes globais BP (NYSE:BP) e Shell (NYSE:SHEL), bem como às refinarias Marathon Petroleum (NYSE:MPC), Valero Energy (NYSE:VLO) e Phillips 66 (NYSE:PSX).

“A crise que as famílias estão enfrentando merece ação imediata. Suas empresas precisam trabalhar com minha administração para apresentar soluções concretas e de curto prazo que abordem a crise”, disse Biden.

As ações da Exxon, Chevron e das refinarias caíram ligeiramente nas negociações de pré-mercado.

A carta de quarta-feira é o mais recente movimento do governo para mostrar que está tomando medidas contra a inflação galopante. Os preços mais altos se tornaram uma dor de cabeça para a Casa Branca antes das eleições de novembro.

Biden tem repetidamente chamado os preços mais altos do imposto de Putin, enquanto também pede aos produtores dos EUA que aumentem a produção. A mensagem está em desacordo com o foco anterior da Casa Branca em reduzir a produção de combustíveis fósseis dos EUA.

O governo disse que as corporações estão priorizando os retornos financeiros às custas dos americanos.

“A Exxon ganhou mais dinheiro do que Deus este ano”, disse Biden na sexta-feira.

Deixe um comentário