ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Dow Jones caiu na sexta-feira e 1,9% na semana, S&P 500 e Nasdaq registram as piores semanas desde março

LinkedIn

Depois de um movimento inicial para cima, as ações dos Estados Unidos registraram volatilidade substancial na última parte do pregão de sexta-feira (22). Os principais índices americanos mostraram oscilações violentas para frente e para trás ao longo da linha inalterada antes de finalmente terminar o dia modestamente mais baixos.

O Dow Jones caiu 106,58 pontos ou 0,31%, para uma baixa de fechamento de dois meses de 33.963,84 pontos. O S&P 500 também caiu 9,94 pontos ou 0,23%, para uma baixa de fechamento de três meses de 4.320,06 pontos. A Nasdaq Composite caiu 12,18 pontos ou 0,09% para 13.211,81 pontos, seu nível de fechamento mais baixo em mais de três meses.

O S&P 500 e a Nasdaq caíram 2,9% e 3,6% esta semana, respectivamente. Isso marcou a terceira semana negativa consecutiva e o pior desempenho semanal desde março para cada um. O Dow caiu 1,9% na semana.

A força inicial em Wall Street refletiu, em parte, a procura de pechinchas, com os investidores a recuperarem ações em níveis reduzidos após a liquidação observada nas duas sessões anteriores.

Contudo, o interesse de compra diminuiu ao longo da sessão, uma vez que as preocupações sobre as perspectivas para as taxas de juro continuaram a pesar sobre os mercados.

Embora o Federal Reserve tenha mantido as taxas de juro inalteradas, conforme amplamente esperado na quarta-feira, o banco central prevê outro aumento das taxas antes do final do ano, bem como manter as taxas em níveis elevados por mais tempo do que o anteriormente previsto.

Os investidores também poderão ter estado relutantes em fazer apostas significativas antes da divulgação de alguns dados econômicos importantes na próxima semana, que poderão ter impacto nas perspectivas para as taxas de juro.

Na próxima semana será divulgado um relatório sobre rendimentos e gastos pessoais que inclui leituras sobre a inflação considerada preferida pelo Fed.

Notícias de setor

A maioria dos principais setores terminou o dia mostrando apenas movimentos modestos, contribuindo para o fechamento sem brilho dos mercados mais amplos.

No entanto, as ações das companhias aéreas registaram um movimento descendente significativo, com o NYSE Arca Airline Index a cair 1,5% para o seu nível de fecho mais baixo em seis meses.

Também emergiu uma fraqueza significativa entre as ações bancárias, como refletido pela perda de 1,3% registada pelo KBW Bank Index. O índice caiu para o menor nível de fechamento em quase três meses.

As ações do setor do tabaco e do imobiliário comercial também registaram alguma fraqueza durante o dia, enquanto a força permaneceu visível entre as ações de hardware e software de computador.

Outros mercados

Nas negociações no exterior, os mercados de ações em toda a região Ásia-Pacífico tiveram um desempenho misto durante as negociações de sexta-feira. O Índice Nikkei 225 do Japão caiu 0,5%, enquanto o Índice Composto de Xangai da China saltou 1,6%.

Os principais mercados europeus também terminaram o dia mistos. Enquanto o índice FTSE 100 do Reino Unido subiu 0,1%, o índice alemão DAX caiu 0,1% e o índice francês CAC 40 caiu 0,4%.

Os títulos do Tesouro recuperaram terreno após a liquidação registada na sessão anterior. Como resultado, o rendimento da nota de referência a dez anos, que se move na direção oposta ao seu preço, caiu 4,2 pontos base, para 4,438%.

Olhando para o futuro

As leituras de inflação preferidas do Fed provavelmente estarão em foco na próxima semana, enquanto os investidores também deverão ficar de olho nos relatórios sobre vendas de casas novas, pedidos de bens duráveis ​​e confiança do consumidor.

Por RTT News

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br