ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Momento Cripto (20/10): Tether planeja attestation em tempo real, EGLD sobe com Google Cloud, Base de código aberto, e mais

LinkedIn

Bitcoin à beira dos US$ 30.000 enquanto observadores aguardam fechamento semanal

Em 20 de outubro, o preço do Bitcoin (COIN:BTCUSD) atingiu brevemente os US$ 30.000 na abertura de Wall Street, continuando sua tendência recente de alta. No entanto, analistas estão focados no fechamento semanal para avaliar a sustentabilidade desse movimento. Enquanto alguns veem o rompimento acima da média móvel de 100 semanas como um sinal de alta, outros destacam a necessidade de superar resistências em US$ 30,5 mil, US$ 31,5 mil e US$ 33 mil. A esperança de uma “adoção em massa” e a aprovação de um ETF de Bitcoin dos EUA impulsionam perspectivas otimistas a longo prazo. Outras criptomoedas também saltaram, com Ether (COIN:ETHUSD) ultrapassando US$ 1.600 e o XRP (COIN:XRPUSD) subindo devido a uma decisão judicial favorável à Ripple. O Solana (COIN:SOLUSD) também subiu 7,8%, impulsionando seus ganhos semanais para mais de 26%. O Bitcoin SV (COIN:BSVUSD) subiu 24,5% após a listagem de futuros perpétuos de BSV na Binance com alavancagem de 50 vezes.

XRP tem maior ganho diário em três meses após retirada de acusações da SEC

O XRP (COIN:XRPUSD), a quinta maior criptomoeda do mundo, subiu 6,5% na quinta-feira em seu melhor ganho diário em três meses, após a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) retirar acusações contra os líderes da Ripple. A SEC concordou em rejeitar as acusações contra o CEO da Ripple, Brad Garlinghouse, e o cofundador Chris Larsen, em um processo judicial. O movimento ocorre após meses de disputa legal sobre a venda do XRP.

Parceria com Google Cloud impulsiona token EGLD da MultiversX em 10%

O token EGLD da MultiversX (COIN:EGLDUSD), voltado para o metaverso, experimentou um aumento de quase 10% após o anúncio da parceria com a divisão de nuvem do Google, pertencente à Alphabet (NASDAQ:GOOGL). O preço subiu para mais de US$ 26, de menos de US$ 24 pela manhã durante as negociações europeias de sexta-feira, antes de se estabilizar em US$ 24,43, refletindo um ganho de 4,27% em 24 horas. A colaboração foi revelada durante a conferência xDay da MultiversX em Bucareste, Romênia, e visa simplificar projetos de blockchain em grande escala, tornando dados como endereços, valores transacionados e interações de contratos inteligentes mais acessíveis para os desenvolvedores.

Tether planeja aumentar transparência de reservas da USDT com attestation em tempo real

O CEO da Tether (COIN:USDTUSD), Paolo Ardoino, anunciou planos de lançar uma attestation em tempo real das reservas da USDT a partir do próximo ano. Isso ocorre após a pressão por mais transparência devido ao papel crucial da Tether no mercado de criptomoedas. A empresa já enfrentou escrutínio regulatório e multas, e críticos consideram insuficientes as atualizações trimestrais das reservas. A busca por transparência aumentou após o colapso da UST da Terra e a crise do USDC. Relatos sugerem que a Alameda Research emitiu USDT de forma significativa, gerando questões sobre a origem dos fundos. A Tether afirma estar totalmente apoiada, mas a comunidade busca uma compreensão mais profunda e examina as relações dos auditores com a empresa.

Base torna seu código aberto para fomentar transparência e colaboração

Base, uma rede de camada 2 apoiada pela exchange de criptoativos Coinbase (NASDAQ:COIN), anunciou que disponibilizará abertamente seus códigos de contratos inteligentes e repositórios GitHub. A decisão busca aumentar a transparência, responsabilidade e parcerias com a comunidade de desenvolvedores. Isso permitirá que a comunidade examine a implementação e o progresso da rede, além de incentivar contribuições e auditorias públicas. A Base também lançou um programa de recompensas de até US$ 1 milhão por detecção de vulnerabilidades de segurança.

Controvérsia surge com alegações de moderadores do Reddit despejando tokens Moon

Alegações recentes envolvem moderadores do Reddit supostamente descarregando tokens Moon (COIN:MOONRUSD) momentos antes do anúncio do encerramento do programa de pontos comunitários baseado em blockchain. Os dados indicam que pelo menos três moderadores podem ter causado uma queda de -22% no token. Essa revelação levanta dúvidas sobre a ética dos moderadores, apesar de suas alegações iniciais de desconhecimento. A situação levanta questões mais amplas sobre transparência e ética no espaço de blockchain e criptomoedas. Apesar de uma alta de mais de 7% nas últimas 24 horas, o token despencou -81,65% na semana e está sendo negociado a US$ 0,041100.

Ex-funcionários da ConsenSys processam o CEO Joseph Lubin por violação de promessa de não diluição

Ex-funcionários da ConsenSys entraram com uma ação judicial contra o CEO fundador da empresa, Joseph Lubin, alegando que ele violou uma promessa de não diluição feita em 2015. Eles afirmam que Lubin diluiu suas ações, prejudicando-os. Lubin e a ConsenSys chamaram as alegações de frívolas e sugeriram que os demandantes estão buscando um pagamento envolvendo partes não relacionadas. O caso será julgado para determinar a indenização.

Bitfinex lança documentário sobre adoção do Bitcoin em El Salvador

A Bitfinex está lançando o documentário “Don’t Trust…Verify” em 22 de outubro, destacando a adoção do Bitcoin (COIN:BTCUSD) em El Salvador e suas implicações. O documentário de 45 minutos explora a jornada do CTO da Bitfinex e futuro CEO da Tether, Paolo Ardoino, em El Salvador, onde ele promoveu ativamente o uso do Bitcoin. O documentário destaca o movimento cypherpunk inicial e os esforços dos salvadorenhos para transformar o país em um centro financeiro com tecnologias como Bitcoin e Lightning Network. O documentário será exibido em várias ocasiões, incluindo a conferência “Adopting Bitcoin 2023”.

Bitdeer planeja recomprar ações no valor de até US$ 2 milhões

A Bitdeer Technologies (NASDAQ:BTDR), empresa de mineração de bitcoin, planeja recomprar até US$ 2 milhões de suas ações listadas na Nasdaq até 17 de abril de 2024. A recompra será financiada com seu saldo de caixa existente e busca minimizar o impacto no preço das ações, gerando retornos a longo prazo para acionistas. Em setembro, a empresa extraiu 482 bitcoins, impulsionada pelas operações estáveis de seu datacenter de mineração de 100 MW no Butão.

Câmara de Comércio Digital se une a várias partes interessadas para desafiar a SEC em processo contra a Binance

A Câmara de Comércio Digital, juntamente com empresas de ativos digitais e especialistas jurídicos, apresentou um amicus brief para contestar a SEC em seu processo contra a Binance. Eles argumentam que a SEC está tentando regular o mercado de criptomoedas sem autorização do Congresso e sufocando a inovação com suas ações de fiscalização. A Câmara pede o arquivamento do processo e alega que a SEC ultrapassou sua jurisdição. A Binance.US também solicitou o encerramento do processo, enquanto a SEC acusou a empresa de operar uma bolsa não registrada e oferecer títulos não registrados.

Além disso, a Binance lançou novas parcerias fiduciárias para oferecer serviços em euros (EUR), após a interrupção de sua colaboração com o parceiro bancário Paysafe. Os serviços incluem depósitos e retiradas em euros, compra/venda de criptomoedas com cartões bancários e pares de negociação em euros. A iniciativa visa facilitar a adoção global de ativos digitais, fornecendo uma maneira fácil de converter moeda fiduciária em criptomoedas e vice-versa.

Em outras notícias sobre a Binance, a maior exchange de criptomoedas enfrentou saídas líquidas de mais de US$ 1 bilhão nas últimas 24 horas, conforme relatado pela plataforma DeFillama CEX. As saídas incluíram principalmente US$ 878 milhões em stablecoin USDT da Tether e US$ 167 milhões em Bitcoin, bem como outros ativos. Essas saídas vêm após a recente saída outra  executiva importante da empresa, marcando mais uma saída de alto nível da empresa nos últimos meses.

Reguladores da UE propõem votação de acionistas de empresas de criptomoedas

Reguladores da União Europeia (UE) estão propondo regras que exigirão que acionistas com mais de 10% de participação em empresas de criptomoedas sejam verificados quanto a condenações ou sanções anteriores, semelhantes às regras bancárias. As novas leis, conhecidas como regulamento de mercados de ativos criptográficos (MiCA), entrarão em vigor em dezembro de 2024. A MiCA exige que os titulares de licenças criptográficas demonstrem a boa reputação de proprietários e executivos. A falta de conformidade pode resultar na revogação de licenças. A regulamentação também limitará os bônus do pessoal de empresas que emitem stablecoins.

Banco Central da Argentina acelera projeto de moeda digital

O Banco Central da Argentina está acelerando os planos para implementar sua Moeda Digital do Banco Central (CBDC). O diretor do banco, Juan Agustín D’Attellis Noguera, anunciou que estão trabalhando na estrutura legislativa e pretendem apresentá-la ao órgão legislativo do país o mais rápido possível. O CBDC é visto como uma solução para ampliar a base tributária e enfrentar os desafios econômicos do país, como a inflação. Enquanto isso, a oposição pró-Bitcoin critica o governo e o banco central pelos problemas financeiros do país.

Golpe de saída em projeto de jogos FinSoul: Equipe supostamente desvia US$ 1,6 milhão de investidores

A equipe de desenvolvimento do projeto de jogos FinSoul é acusada de realizar um golpe de saída, desviando US$ 1,6 milhão de investidores por meio de manipulação de mercado. A equipe supostamente contratou atores para se passarem por seus executivos e levantou fundos para desenvolver uma plataforma de jogos que nunca foi criada. Após o desvio dos fundos, a equipe relançou o projeto com um novo contrato de token.

DTCC adquire Securrency para expandir capacidades de ativos digitais

A Depository Trust & Clearing Corp. (DTCC) dos EUA planeja comprar a Securrency, uma empresa de infraestrutura de blockchain, e renomeá-la como DTCC Digital Assets. Essa aquisição visa unir a tecnologia regulatória baseada em blockchain da Securrency com as capacidades da DTCC para lidar com ativos digitais e tradicionais. A tokenização de ativos do mundo real está se tornando uma tendência, com o mercado de ativos tokenizados previsto para crescer significativamente. O valor da compra não foi divulgado, mas estimativas sugerem cerca de US$ 50 milhões.

Upland, a plataforma de metaverso Web3, garante US$ 7 milhões em financiamento da Série A

A Upland, conhecida como o “super aplicativo” web3 do metaverso, arrecadou com sucesso mais de US$ 7 milhões em sua rodada de financiamento da Série A. O financiamento, que inclui a EOS Network Ventures como novo investidor, elevou o total arrecadado pela empresa para US$ 25 milhões. A Upland tem como objetivo expandir sua presença global e desenvolver novos recursos, incluindo a introdução de seu token utilitário, Spark, para negociação em exchanges externas. A plataforma oferece experiências imersivas no metaverso, incluindo negociação de propriedades virtuais e corridas de carros competitivas.

Deixe um comentário