ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Embora Bitcoin (BTC) tenha subido recentemente, analistas não indicam investir mais dinheiro nele; criptomoeda de menos de R$ 5 é a ‘bola da vez’

LinkedIn

Segundo os especialistas da Empiricus Research, o momento é ideal para colocar esse ativo na carteira 

Após dois longos anos de dificuldades, o Bitcoin finalmente engatou uma alta expressiva. A moeda subiu mais de 13% em apenas vinte quatro horas e conseguiu atingir a sua maior máxima desde maio de 2022. No momento, ela está sendo cotada em cerca de US$ 34 mil, mas, segundo analistas, pode passar a valer muito mais.

Isso porque as chances de um ETF com exposição direta ao BTC ser aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) estão cada vez mais altas. A BlackRock – maior gestora de ativos do mundo -, por exemplo, já deu a entender que está nos preparativos finais para lançar sua versão do produto.

Recentemente, o Ishares Bitcoin Trust (como foi batizado) até ganhou um ticker para chamar de seu: foi listado como IBTC na empresa que presta serviços de compensação para a Nasdaq (DTCC).

Por que a aprovação da SEC é tão importante?

Hoje, ainda existe uma visão de que o nicho de criptomoedas é muito especulativo e pouco regulamentado. Mas, se essas grandes organizações como a BlackRock receberem um aval para ofertar um ETF de Bitcoin, isso deve mudar consideravelmente.

Para Vinicius Bazan, diretor do departamento de análise de criptomoedas da Empiricus Research, “a aprovação do primeiro ETF spot do Bitcoin nos Estados Unidos tem potencial para trazer alguns trilhões de dólares de investidores institucionais para esse mercado”.

O que um relatório publicado pela NYDIG – empresa de investimentos focada em Bitcoin – corrobora e dimensiona: segundo ele, esse montante deve chegar a aproximadamente R$ 150 bilhões. 

Hora de ir às compras, então?

Para Bazan, é um bom momento para reforçar a posição em criptomoedas, sim. Mas, se o objetivo for buscar lucros exponenciais, o BTC não é o ativo mais recomendado.

Isso porque, apesar de ter potencial para subir muito, é quase impossível ficar rico investindo pouco dinheiro nele agora.

O especialista diz que “se você tem pouco capital para investir e quer ter a chance de se expor a toda essa possível valorização, a melhor opção é apostar em moedas menores, que podem subir de maneira mais intensa com a alta do Bitcoin”.

Como exemplo, cita uma que está cotada a menos de R$ 5 hoje, pode chegar até R$ 300 no futuro, mas que boa parte dos investidores sequer conhecem. “R$ 1 mil investidos nela podem se transformar em R$ 100 mil e R$ 10 mil podem chegar a até R$ 1 milhão”, diz.

Ele afirma que está monitorando a situação desse ativo há semanas e que o momento ideal para comprá-lo é agora: “se você agir hoje, antes do ETF ser aprovado, você tem boas chances de conseguir lucros transformacionais em pouco tempo”. 

QUERO SABER QUAL É A CRIPTOMOEDA QUE PODE TRANSFORMAR R$ 1 EM ATÉ R$ 10 MIL

Deixe um comentário