ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Americanas vai propor o agrupamento de ações na proporção de 100 ações ordinárias para 1 ação

LinkedIn

Valendo atualmente centavos e em recuperação judicial, a Americanas vai propor aos seus acionistas, em assembleia geral extraordinária (AGE), a agrupamento de suas ações na proporção de 100 ações ordinárias para 1 ação.

Desde o início de sua crise, desencadeada no início do ano passado, por conta de inconsistências no balanço, o preço de AMER3 desabou. Antes dos problemas, valiam R$ 12 e agora enquadram-se como “penny stocks”.

A assembleia está marcada para 10 de maio e será exclusivamente digital.

Nesta quarta-feira (10), os papeis caíram 3,4%, cotados a R$ 0,56. Assim, a ação acumula queda de 38,4% em 2024 e de 45,6 nos últimos doze meses.

A crise atingiu em cheio o trio de acionistas de referência da companha, os bilionários Jorge Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles.

Americanas: até R$ 41 bilhões

No mais, na pauta estará sendo proposto um aumento do limite do capital autorizado, que passa a ser de 435,0 milhões de ações ordinárias.

Por fim, a AGE vai deliberar um aumento de capital social da empresa, no valor mínimo de R$ 12,4 bilhões e no máximo de R$ 41,2 bilhões.

Segundo a ata da proposta, o preço de emissão seria de R$ 1,30 por ação.

Além disso, está proposta a emissão de, no mínimo, 3.182.006.339, e no máximo, 10.564.614.477 bônus de subscrição. atribuídos como “vantagem adicional aos subscritores das ações novas ações, na proporção de um bônus de subscrição para cada três ações subscritas.”

Informações Infomoney

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente