As petroleiras do Ibovespa têm dia misto, de olho na volatilidade do Brent com o noticiário sobre a reunião da Opep+ na quinta-feira. Petrobras avança desde a abertura (BOV:PETR4) +0,46%, R$ 35,23; (BOV:PETR3) +0,53%, R$ 37,70, mesmo após a divulgação de que o JPMorgan cortou sua recomendação de crédito de compra para neutra.

Após acompanhar a apresentação do novo plano estratégico, o banco diz ter percebido alguma deterioração nas políticas da empresa, com mais risco de interferência governamental nos investimentos.

Já o Goldman Sachs, que manteve a recomendação de compra para ações e ADRs da estatal, sem mudar preços-alvos, avalia que a apresentação eliminou “algumas desconfianças” sobre o preço dos papéis e que o investimento para os próximos cinco anos está em linha com as estimativas do mercado.

Em dia misto para o setor, 3R Petroleum (BOV:RRRP3) -1,56%, R$ 30,25 estende as perdas da véspera (-4,27%, a segunda maior perda do Ibovespa) após rebaixamento para venda pelo Goldman Sachs.

Prio (BOV:PRIO3) cai 0,41% (R$ 46,03), e Petrorecôncavo (BOV:RECV3) virou para baixa (-0,11%, R$ 18,95).

Informações BDM
PETROBRAS PN (BOV:PETR4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Fev 2024 até Mar 2024 Click aqui para mais gráficos PETROBRAS PN.
PETROBRAS PN (BOV:PETR4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Mar 2023 até Mar 2024 Click aqui para mais gráficos PETROBRAS PN.