Índice

Criar Discussão

Atualizar

Usuários Filtrados

Usuários Banidos

Meus Alertas

Meu Perfil

Busca

Regras

Avaliando Uma Estratégia (TOTS3)

Spanta
  • Dono
  • 9
  • 04/07/2016
Gráfico Intraday: Totvs ONGráfico Longo-Prazo: Totvs ON
Gráfico IntradayGráfico Longo-Prazo
Gráfico Intraday: Ultrapar ONGráfico Longo-Prazo: Ultrapar ON
Gráfico IntradayGráfico Longo-Prazo

Olá pessoal,

 

     Depois de vários estudos, compus uma estratégia, estou a ponto de botá-la em prática.

 

   Por favor, deixem suas críticas e observações, quero submeter para análise. Não pretendo defender a estratégia, mas enriquecer com informação de outros investidores e refiná-la.

 

 

    Ela se baseia no seguinte:

 

1)    Comportamento das empresas em relação ao Ibovespa

 

    O Ibovespa é formado pelo desempenho de várias ações, e o Ibovespa costuma ter sessões de queda e outras sessões de alta.

   Quando por exemplo ocorre uma notícia boa na Economia, a maioria das ações vai subir devido ao otimismo dos investidores, portanto o Ibovespa sobe.

 

    Ou seja, nos dias de queda muitas empresas terminam em queda também, algumas mais afetadas e outras menos.

    A mesma coisa nos dias de alta.

 

2)    Empresas que correm em movimento contrário

 

   Existem aquelas empresas que correm em sentido contrário ao Ibovespa, um exemplo muito comum são as empresas exportadoras, como FIBRIA, SUZANO PAPEL E CELULOSE etc...

 

     Uma explicação para isso é porque quando a Bolsa cai, tem fuga de dólares do Brasil, portanto o preço dessa moeda aumenta, a Economia fica ruim( importações ficam mais caras etc... ), porém empresas como a FIBRIA exportam e recebem em Dólar, elas levam vantagem nessa situação e suas ações sobem.

 

 

3)    Impacto dos acontecimentos

 

As sessões do Ibovespa terminam em alta ou em baixa, muitas vezes influenciadas pelas notícias. Por exemplo:

             - Quando o presidente do Bradesco foi indiciado pela polícia federal, o Ibovespa fechou em queda de -1,01% terminando em 48.471 pontos.

                - Quando foram publicados dados melhores que o esperado do Mercado de Trabalho Norte-Americano, fechou em alta de 1,47% a 50.619 pontos.

                - Quando iria ter o referendo que poderia levar a Inglaterra a sair da União Europeia, fechou em queda de -1,34% a 50.156 pontos

 

Podemos perceber que os investidores são como gatos, quando vem uma notícia ruim eles saem correndo como um gato depois de você estourar um balão, mas quando chega uma notícia boa eles vem correndo animados como um gato quando você apresenta um brinquedo interessante.

 

Dessa forma as notícias geram frequentemente sessões de queda e alta no Ibovespa, e essas sessões influenciam as empresas do grupo 1 e 2.

 

 

1° Atitude: Comprar de empresas opostas

 

                Tendo em vista os itens 1 e 2 acima, eu pretendo comprar de empresas opostas, de modo que dependendo se a bolsa subiu ou caiu, as ações de um desses grupos de empresas terão subido e será um bom momento para vender.

                Por exemplo, se for um momento bom da sessão do Ibovespa, vou comprar das empresas do item 2 que estão mais baratas no momento e vender das empresas do item 1 que estão mais caras.

 

 2° Atitude: Observar os pontos de resistência e suporte das empresas individualmente.

 

                Para cada empresa dos grupos 1 e 2, no momento de comprar ou vender, pretendo observar os pontos de suporte e resistência, que é a faixa onde os preços daquela ação costumam variar normalmente,

 

                Por exemplo, surgiu uma notícia que abalou o mercado, levando a uma sessão de queda. A TOTS3 caiu para 26,95.

Como o ponto de Resistência atual é 32,92 e o ponto de Suporte é 29,15. Então é o momento de comprar.

Agora se nesse dia de pregão em queda o preço da TOTS3 estiver em 32,00. Não iria comprar pois está próxima da Resistência.

 

 

3° Atitude: Observar fundamentos individuais das empresas

 

É claro que não temos como prever o rumo que a Economia vai tomar.

A estratégia que expliquei se aplica no curto e médio prazo.

Caso em algum momento essa estratégia de errado, o preço da ação vai cair não se recuperando nos pregões seguintes como esperado.

 

No entanto entre as empresas do grupo 1 e 2, posso buscar comprar aquelas conforme seus fundamentos, principalmente os Balanços.

 

Comprando de empresas com bons fundamentos, as chances de voltarem a subir são grandes, permitindo que eu possa aguardar até subirem, mesmo que leve um prazo mais longo.

 

Dessa forma quando a estratégia de curto e médio prazo falhar, devo recuperar o dinheiro a longo prazo.

 

Alguém gostou dessa ideia? Ou encontrou problemas? As críticas construtivas são bem vindas

 

Abraços,



  • 04 Jul 2016, 23:20
  • Tweet
Ativos Discutidos
BOV:TOTS3 48.11 0.5%
BOV:UGPA3 20.31 0.6%
Seu Histórico Recente
BOV
TOTS3
TOTVS
Registre-se agora para acompanhar essas ações ao vivo no Monitor ADVFN.

O Monitor permite ver até 110 de suas ações favoritas de uma vez só e é completamente grátis para você usar.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P: V: D:20190717 21:10:16