A Enauta Participações informou o retorno da produção do Campo de Atlanta, que havia sido suspensa desde o dia 27 de janeiro para reparo de equipamentos. A retomada ocorreu após a companhia trocar definitivamente os tubos de um dos aquecedores do poço 7-ATL-4HB-RJS.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:ENAT3) nesta segunda-feira (22). Confira o documento na íntegra.

A produção prevista de 10,4 mil barris de óleo por dia. O cronograma de retorno dos demais poços permanece inalterado: o poço 7-ATL-3H-RJS está previsto para retornar ainda no primeiro trimestre de 2021 com produção inicial esperada em torno de 10,0 mil barris de óleo por dia. O poço 7-ATL-2HP-RJS está previsto para retornar em meados deste ano.

A Enauta Energia, subsidiária integral da companhia, é operadora do Campo de Atlanta com 100% de participação. Autorizada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), a transferência dos 50% anteriormente detidos pela Barra Energia está sujeita à aprovação da ANP.

→ A Enauta Participações S/A é uma empresa de exploração de petróleo, antiga QGEP Participações S/A. A petroleira possui R$ 2,53 bilhões de valor de mercadoConfira a Análise completa da empresa com informações exclusivas.

A Enauta pretende divulgar os resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020 no dia 24 de março.

Lucro líquido de R$ 39,4 milhões no 3T20

Enauta  reportou lucro líquido de R$ 39,4 milhões no terceiro trimestre, queda de 6% em relação ao R$ 41,9 milhões do mesmo período de 2019.

A receita líquida da companhia ficou em R$ 224,5 milhões no terceiro trimestre, 29% abaixo dos R$ 316,2 milhões do terceiro trimestre do ano passado. A empresa justificou a queda em função da menor produção dos campos de Atlanta e Manati, fato parcialmente compensado pelo resultado de R$ 13,1 milhões de exercícios de hedge no trimestre.