A Biomm celebrou junto à empresa Bioeq AG, uma empresa suíça de biossimilares, um acordo exclusivo para a comercialização e distribuição do medicamento biossimilar ranibizumabe (BQ201) no Brasil.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:BIOM3) nesta terça-feira (04).

O ranibizumabe é um fragmento de anticorpo monoclonal indicado para o tratamento de lesões graves na retina como tratamento da degeneração macular neovascular (exsudativa ou úmida) relacionada à idade (DMRI), edema macular diabético (EMD), retinopatia diabética proliferativa (RDP), edema macular com oclusão da veia da retina (OVR) e comprometimento visual devido à neovascularização coroidal (NVC). O medicamento age na inibição da angiogênese (processo natural de formação de novos vasos sanguíneos), ligando-se e bloqueando o Fator de Crescimento Endotelial Vascular (FCEV) evitando a formação excessiva de vasos sanguíneos.

O medicamento biossimilar ranibizumabe BQ201 foi desenvolvido pela biofarmacêutica Bioeq, uma joint venture entre a Formycon AG e a Polpharma Biologics Group, com sede em Zug, Suíça. A Bioeq desenvolve, licencia e comercializa globalmente medicamentos biossimilares em compliance com altos padrões de qualidade de mercados altamente regulados, como Estados Unidos (EUA) e União Europeia (UE).

Com a ampliação de seu portfólio com este primeiro medicamento oftalmológico, a Biomm reforça seu compromisso em melhorar o acesso a tratamentos biotecnológicos de alta qualidade para doenças graves para a população brasileira e contribuir ainda mais para a eficiência, sustentabilidade e qualidade do sistema de saúde do Brasil.

BIOMM ON (BOV:BIOM3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2022 até Jan 2023 Click aqui para mais gráficos BIOMM ON.
BIOMM ON (BOV:BIOM3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2022 até Jan 2023 Click aqui para mais gráficos BIOMM ON.