A fabricante de calçados Alpargatas comunicou que a MS Alpa Participações – controlada por Cambuhy Alpa Holding e pelo Fundo de Ações Alpa, entidades que integram o bloco de controle da companhia -, vai realizar oferta pública de aquisição de até 32 milhões de ações preferenciais de emissão da dona da Havaianas.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:ALPA4) nesta segunda-feira (22).

O preço é de R$ 10,50, o que representa um prêmio de 17,2% em relação a cotação de fechamento da última sexta-feira (19) de R$ 8,96.

A OPA terá validade de 30 dias contados a partir de 23 de maio de 2023 (primeiro dia útil seguinte à divulgação do edital), encerrando-se em 21 de junho de 2023, data em que será realizado o leilão.

Segundo comunicado, a ofertante obteve as aprovações necessárias ao lançamento da oferta, inclusive perante a B3.

A Alpa ressaltou que por se tratar de oferta pública voluntária para aquisição de ações, a oferta não está sujeita a registro perante a CVM e informou que a OPA não implicará no cancelamento do registro da Alpargatas como emissora da categoria “A”, a sua conversão para a categoria “B” ou a saída do segmento de listagem Nível 1.

De acordo com a nota, a oferta tem como objetivo viabilizar o aumento da participação societária do Grupo MS com relação às ações preferenciais de emissão da Alpargatas.

A MS Alpa é controlada por Cambuhy Alpa Holding (22,7% do capital total) e por Alpa Fundo de Investimento em Ações (4,9%).

VISÃO DO MERCADO

As ações da Alpargatas disparavam nesta segunda-feira na bolsa brasileira, após seus controladores lançarem uma oferta pública de aquisição voluntária de 32 milhões de papéis preferenciais, a R$10,50 cada.

JP Morgan

Para o time de análise do JPMorgan, no entanto, a alta de hoje é uma boa oportunidade para que investidores da dona das Havaianas vendam suas ações e coloquem o lucro no bolso.

Perto das 13h00, as ações preferenciais da dona das Havaianas lideravam ganhos no Índice Bovespa, com alta de 14,51%, a R$ 10,26, caminhando para registrar a maior alta diária desde agosto de 2021. Desde o início do ano, no entanto, as ações caem 31,90%, a segunda ação do Ibovespa que mais desvalorizou em 2023.

A oferta elaborada pelos veículos de investimento da família Moreira Salles representava um prêmio de 17,2% sobre o valor de fechamento dos papéis na última sexta-feira, de R$8,96. A aquisição dos lotes será realizada em leilão intermediado pelo Itaú BBA em 21 de junho.

Em relatório a clientes, analistas do JPMorgan disseram que a alta de hoje “seria um bom ponto de saída”, mesmo com controladores aumentando a posição aos níveis de preços atuais. Os R$ 10,50 propostos são 10% acima dos R$ 9,50 que os analistas do banco americano consideram ser o valor justo para os papéis preferenciais da Alpargatas.

“A nosso ver, a família Moreira Salles tem um horizonte de investimento muito mais longo em comparação com o da maioria dos investidores”, escreveram Joseph Giordano, Guilherme Vilela e Nicolas Larrain.

A Alpargatas está desde o final de abril sob nova gestão, após a renúncia de Roberto Funari ao posto de diretor-presidente. O CEO interino da companhia, Luiz Ziegler, tem dito que o momento é de “freada de arrumação” e de “reorganização da casa”, após resultados “muito ruins” no primeiro trimestre, quando a empresa registrou prejuízo de R$ 199,7 milhões.

Para a equipe do JPMorgan, a Alpargatas ainda vai demorar a colher os frutos desse processo de reestruturação, uma vez que “enfrenta desafios em seus principais mercados, inclusive o Brasil”.

Informações Infomoney
ALPARGATAS PN (BOV:ALPA4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Mar 2024 até Abr 2024 Click aqui para mais gráficos ALPARGATAS PN.
ALPARGATAS PN (BOV:ALPA4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Abr 2023 até Abr 2024 Click aqui para mais gráficos ALPARGATAS PN.