IGP-DI: Preços aferidos em fevereiro mais que dobram em relação ao mês anterior

LinkedIn

Mais um indicador inflacionário mostra que os preços estão subindo muito mais rápido do que deveriam. A taxa de inflação medida pelo IGP-DI mais que dobrou em fevereiro (0,85%),  na comparação com o mês anterior (0,40%). A alta foi puxada pelos preços no atacado e já acumula 1,25% em 2014.

Rio de Janeiro, 10 de Março de 2014 – A inflação calculada pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) mais que dobrou em fevereiro, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (10) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O indicador ficou em 0,85% no mês passado, depois de registrar uma variação de 0,4% em janeiro. No ano, o IGP-DI acumula alta de 1,25%. Em 12 meses, a inflação acumulada é de 3,6%.

A aceleração do indicador foi puxada pelos preços no atacado: o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) passou de 0,12% em janeiro para 1% em fevereiro, com influência, principalmente, das altas dos preços do café em grão (19,46%) dos ovos (13,57%) e de bovinos (2,28%).

Os preços ao consumidor, por sua vez, subiram menos no mês passado, com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) recuando de 0,99% em janeiro para 0,66% em fevereiro. As principais altas vieram de refeições em bares e restaurantes (1,32%), empregada doméstica mensalista (2,24%) e tarifa de ônibus urbano (1,43%). No sentido contrário, as maiores influências de baixa vieram do leite longa vida (-4,27%), da batata-inglesa (-8,12%) e de protetores para a pele (-2,05%).

Terceiro componente do IGP-DI, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou, em fevereiro, taxa de variação de 0,33%, abaixo do resultado do mês anterior, de 0,88%.

Deixe um comentário