Todas as regiões brasileiras registraram quedas de exportação em janeiro de 2015

LinkedIn

Rio de Janeiro, 02 de Fevereiro de 2015 – O Brasil exportou US$ 13,704 bilhões no primeiro mês do ano. Na comparação com janeiro de 2014, houve queda de 14,49% no valor total exportado. Esse foi o menor valor registrado para as exportações em meses de janeiro nos últimos cinco anos. No comparativo de 2015 sobre 2014, todas as regiões brasileiras apresentaram quedas em suas exportações.

As exportações da Região Sudeste retrocederam 17,3%, passando de US$ 9,0 bilhões para US$ 7,5 bilhões (representando 54,5% do total exportado em janeiro de 2015). Os quatro estados da região apresentaram decréscimo: São Paulo (-18,1%, para US$ 3,2 bilhões), Minas Gerais (-26,4%, para US$ 1,9 bilhão), Rio de Janeiro (-6,6%, para US$ 1,5 bilhão) e Espírito Santo (-7,1%, para US$ 912 milhões).

Confira todos os detalhes sobre as exportações brasileiras em janeiro de 2015

As exportações da Região Nordeste retrocederam 10,1%, contabilizando US$ 1,0 bilhão. Os decréscimos foram os seguintes: Pernambuco (-39,9%, para US$ 41,3 milhões), Alagoas (-35,4%, para US$ 50,9 milhões), Ceará (-25,1%, para US$ 99,5 milhões), Sergipe (-22,1%, para US$ 4,5 milhões), Rio Grande do Norte (-21,2%, para US$ 20,1 milhões), Bahia (-19,8%, para US$ 546,7 milhões), Paraíba (-11,9%, para US$ 9,8 milhões) e Piauí (-3,9%, para US$ 5,3 milhões). Por outro lado, anotaram-se crescimentos nas vendas para o Maranhão (+95,0%, para US$ 242,3 milhões).

A Região Sul, com retração de 6,0%, passou de US$ 2,5 bilhões, em 2014, para US$ 2,4 milhões em 2015. Os três estados da região que apresentaram retrações: Rio Grande do Sul (-10,5%, para US$ 966,6 milhões), Paraná (-0,1%, para US$ 903,9 milhões) e Santa Catarina (-6,7%, para US$ 518,6 milhões)

Na Região Norte, as exportações caíram 30,4% em 2015. Roraima (-98,1%, de US$ 8,6 milhões para US$ 163 mil), Amapá (-54,1%, para US$ 24,6 milhões), Pará (-29,7%, para US$ 924,6 milhões), Rondônia (-29,0%, para US$ 44,0 milhões), Amazonas (-27,4%, para US$ 53,3 milhões) e Tocantins (-3,5%, para US$ 19,6 milhões), por outro lado, cresceram as vendas do Acre (+131,6%, para US$ 1,4 milhão).

A Região Centro Oeste, no comparativo 2015/2014, decresceu 4,3%, totalizando US$ 1,4 bilhão. O Estado de Mato Grosso, com 5,0% das exportações nacionais, maior estado exportador na região, registrou queda de 14,6%, ao somar US$ 687,5 milhões. Também foi observado decréscimo no Distrito Federal (-25,6%, para US$ 13,3 milhões), enquanto cresceram as vendas do Mato Grosso do Sul (+20,0%, para US$ 323,7 milhões) e Goiás (+1,3%, para US$ 402,5 milhões).

Notícias Relacionadas

– Exportações brasileiras obtém pior mês de janeiro dos últimos cinco anos

– Todos os principais blocos econômicos iniciaram 2015 comprando menos produtos do Brasil

– Baixo desempenho das exportações brasileiras em janeiro é puxado pela forte queda nas vendas de produtos manufaturados

– Minério de ferro fecha janeiro de 2015 como o principal produto de exportação do Brasil

– Estados Unidos foram os maiores compradores de produtos brasileiros no primeiro mês de 2015

– Apesar da crise, Vale e Petrobras mantiveram a liderança (com folga) entre as principais empresas brasileiras exportadoras em janeiro de 2015

Deixe um comentário