Ibovespa emplaca terceiro pregão seguido de queda nesta segunda-feira

LinkedIn

Rio de Janeiro, 25 de Abril de 2016 – O clima continuou pesado no Mercado Bovespa ao longo desta segunda-feira, com seu principal índice de ações, o Ibovespa, amargando mais um dia de baixa, o terceiro consecutivo. Desta vez, o principal índice de ações do país foi influenciado por um cenário externo desfavorável e pela queda generalizada das bolsas de valores internacionais. O indicador também foi influenciado pela alta volatilidade nos preços das commodities e pela permanente atenção dos investidores ainda voltada para os desdobramentos políticos no Brasil.

Em 2016, após setenta e seis pregões, o Ibovespa acumula uma valorização de 19,63%. No último pregão de 2015, o principal índice acionário do país fechara cotado 43.349,96 em pontos. São trinta e nove pregões de alta contra trinta e sete de baixa ao longo do ano.

Em abril, após dezesseis pregões, o índice de ações acumula uma alta de 3,61%. Até o momento, foram realizados oito pregões de alta contra oito de baixa ao longo do quarto mês do ano. No pregão do dia 31 de março, o indicador encerrara o dia cotado em 50.055,27 pontos.

 

Ibovespa Hoje

O Ibovespa caiu 1,98% nesta segunda-feira, 25 de abril de 2016, fechando cotado em 51.861,72 pontos. Ao longo do dia, o principal índice de ações do Brasil oscilou entre 51.748,28 pontos (valor mínimo) e 52.948,66 pontos (valor máximo). No pregão anterior, o principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo caiu 1,35%, encerrando o dia cotado a 52.907,88 pontos.

O volume financeiro total movimentado durante o dia pelos ativos componentes do Ibovespa foi de R$ 3,807436 bilhões.

 

Cenário Internacional

No cenário externo, o clima de cautela vem prevalecendo enquanto os investidores aguardam a reunião do Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, agendada para a próxima quarta-feira.

De maneira geral, a expectativa é que o Fed mantenha a taxa básica de juros dos Estados Unidos no patamar atual, mas sinalize a possibilidade de aumento em breve. Juros mais altos nos EUA podem levar investidores a transferirem para a maior economia do mundo recursos alocados em outros países, como o Brasil.

Das sete principais Bolsas de Valores da Ásia e do Pacífico, uma fechou o dia em alta, outra não funcionou (Bolsa de Valores da Austrália) e cinco fecharam em queda.

 

– Austrália: não funcionou nesta segunda-feira

– China: -0,41%

– Cingapura: -1,37%

– Coreia do Sul: -0,05%

– Hong Kong: -0,76%

– Japão: -0,76%

– Taiwan: +0,29%

 

Todas as principais Bolsas de Valores da Europa também fecharam em queda.

 

– Alemanha: -0,76%

– França: -0,52%

– Espanha: -1,01%

– Inglaterra: -0,78%

– Itália: -1,52%

– Portugal: -0,59%

 

O índice Dow Jones Industrial, principal índice acionário dos Estados Unidos, registrou baixa de 0,15%, cotado a 17.977,24 pontos.

 

Cenário Nacional

No cenário local, os investidores continuaram de olho no cenário político e às perspectivas de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Além disso, os nomes especulados para compor o primeiro escalão de um eventual Governo Temer vêm sendo muito bem recebidos pelos investidores. O mercado financeiro aposta que virão para a equipe econômica nomes bem conceituados que trarão credibilidade para o governo.

Notícias publicadas no fim de semana reforçaram a possibilidade de o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles assumir o Ministério da Fazenda quando Michel Temer assumir a Presidência, caso o Senado confirme o afastamento da presidente Dilma Rousseff. Henrique Meirelles esteve com o vice-presidente no último sábado, em Brasília.

Também circularam os nomes de Murilo Portugal, presidente da Febraban, para o Ministério da Fazenda de Temer, e do ex-diretor do BC Luiz Fernando Figueiredo para assumir o banco.

O Senado elegeu nesta segunda-feira os 21 membros da comissão especial que avaliará o processo de impeachment de Dilma. Depois de a Câmara dos Deputados ter aprovado o processo de afastamento da presidente, o Senado terá de corroborar a decisão, o que já afastaria Dilma por até seis meses, até o julgamento final do processo na Casa.

 

Petrobras

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3), que fornecem a seus detentores o direito a voto em assembléia da companhia, perderam 4,19%, fechando cotadas a R$ 12,36. Já as ações preferenciais (PETR4), com prioridade na distribuição de dividendos, caíram 4,10%, cotadas a R$ 9,35.

 

Vale

As ações preferenciais da Vale (VALE5) desvalorizaram-se 7,32%, cotadas a R$ 14,19. Já as ações ordinárias da companhia (VALE3) caíram 6,57%, encerrando o dia valendo R$ 18,06.

 

Composição o Ibovespa em 25 de Abril de 2016

ATIVO ULT OFV OFC MAX MIN VAR VAR % VOL
ABEV3 19,13 19,14 19,13 19,23 19,05 -0,03 -0,16 5.518.600
BBAS3 20,80 20,80 20,78 21,39 20,56 -0,47 -2,21 6.118.500
BBDC3 27,26 27,51 27,36 28,08 27,10 -0,71 -2,54 801.900
BBDC4 24,96 25,00 24,96 25,74 24,80 -0,59 -2,31 8.573.300
BBSE3 31,25 31,37 31,25 33,34 30,76 -2,50 -7,41 5.768.900
BRAP4 7,59 7,59 7,58 8,01 7,54 -0,54 -6,64 2.915.600
BRFS3 47,90 47,91 47,90 48,45 47,41 -0,10 -0,21 2.043.500
BRKM5 24,72 24,72 24,60 25,11 24,60 -0,38 -1,51 863.400
BRML3 16,54 16,54 16,51 16,54 16,35 -0,02 -0,12 2.903.300
BVMF3 16,69 16,69 16,68 16,89 16,56 -0,23 -1,36 6.889.000
CCRO3 14,90 14,92 14,90 15,11 14,85 -0,15 -1,00 1.976.200
CESP6 15,00 15,00 14,97 15,31 14,77 0,12 0,81 535.900
CIEL3 31,80 31,86 31,80 32,88 31,72 -1,05 -3,20 3.791.500
CMIG4 7,11 7,11 7,10 7,40 7,06 -0,14 -1,93 5.755.700
CPFE3 19,24 19,25 19,24 19,58 19,08 -0,02 -0,10 959.100
CPLE6 28,85 28,85 28,82 29,25 28,59 0,18 0,63 538.000
CSAN3 31,18 31,18 31,06 32,19 30,94 -1,03 -3,20 790.000
CSNA3 12,17 12,20 12,17 13,37 12,10 -1,23 -9,18 9.210.000
CTIP3 42,15 42,15 41,89 42,27 41,71 -0,07 -0,17 968.200
CYRE3 10,44 10,44 10,42 10,65 10,29 0,14 1,36 874.200
ECOR3 6,95 6,95 6,94 7,13 6,91 -0,08 -1,14 3.634.300
EMBR3 21,35 21,36 21,35 21,87 21,31 -0,37 -1,70 1.214.900
ENBR3 12,15 12,16 12,15 12,33 12,05 0,15 1,25 1.631.300
EQTL3 41,24 41,33 41,24 42,20 40,91 -0,46 -1,10 853.600
ESTC3 11,87 11,87 11,75 11,94 11,32 0,27 2,33 2.599.400
FIBR3 32,58 32,58 32,48 33,07 32,21 -0,13 -0,40 1.513.700
GGBR4 7,25 7,27 7,25 7,78 7,21 -0,51 -6,57 13.951.300
GOAU4 2,73 2,74 2,73 2,92 2,73 -0,20 -6,83 18.154.100
HGTX3 14,26 14,35 14,26 14,57 14,16 -0,02 -0,14 478.700
HYPE3 29,01 29,04 29,01 29,30 28,78 0,05 0,17 878.900
ITSA4 8,20 8,21 8,20 8,34 8,16 -0,09 -1,09 12.096.800
ITUB4 31,34 31,40 31,31 31,92 31,17 -0,34 -1,07 6.464.200
JBSS3 9,25 9,25 9,20 9,37 9,00 0,32 3,58 5.129.400
KLBN11 17,91 17,93 17,88 18,30 17,74 -0,07 -0,39 2.190.700
KROT3 11,91 11,92 11,91 12,03 11,70 0,01 0,08 4.014.400
LAME4 14,93 14,93 14,85 15,01 14,50 0,37 2,54 3.351.200
LREN3 19,45 19,56 19,45 19,85 19,23 -0,24 -1,22 4.258.900
MRFG3 6,31 6,35 6,31 6,46 6,31 -0,08 -1,25 4.515.000
MRVE3 11,91 11,91 11,90 12,16 11,75 0,11 0,93 3.376.800
MULT3 55,32 55,42 55,31 55,88 54,35 0,17 0,31 568.600
NATU3 27,16 27,28 27,16 28,54 27,08 -1,09 -3,86 762.500
OIBR3 0,90 0,91 0,90 0,99 0,86 0,08 9,76 21.703.400
PCAR4 48,90 49,00 48,89 50,15 48,88 -1,08 -2,16 1.220.100
PETR3 12,36 12,36 12,33 13,10 12,23 -0,54 -4,19 8.728.100
PETR4 9,35 9,34 9,33 9,90 9,33 -0,40 -4,10 45.179.800
QUAL3 14,75 14,75 14,74 15,20 14,63 -0,16 -1,07 680.300
RADL3 53,26 53,65 53,26 53,95 52,94 -0,22 -0,41 859.300
RENT3 30,73 30,90 30,73 31,37 30,03 -0,46 -1,47 1.227.600
RUMO3 3,95 3,95 3,94 4,04 3,92 0,00 0,00 10.929.700
SANB11 17,21 17,21 17,13 17,38 16,89 -0,07 -0,41 2.255.800
SBSP3 25,62 25,69 25,68 25,80 25,33 0,12 0,47 1.774.100
SMLE3 38,30 38,33 38,10 39,42 37,86 0,44 1,16 1.359.600
SUZB5 13,33 13,33 13,32 13,48 12,96 0,06 0,45 5.129.800
TBLE3 38,00 38,00 37,92 38,34 37,70 0,25 0,66 738.600
TIMP3 7,70 7,71 7,70 8,41 7,63 -0,40 -4,94 3.143.800
UGPA3 73,10 73,11 73,00 73,56 72,46 -0,60 -0,81 770.800
USIM5 2,33 2,33 2,32 2,60 2,25 -0,27 -10,38 43.654.700
VALE3 18,06 18,10 18,06 19,20 18,02 -1,27 -6,57 13.906.500
VALE5 14,19 14,17 14,16 14,98 14,15 -1,12 -7,32 37.109.200
VIVT4 41,87 41,87 41,81 43,63 41,61 -1,14 -2,65 1.238.400
WEGE3 14,09 14,09 14,05 14,30 14,00 -0,03 -0,21 1.869.900

 

Deixe um comentário