Bolsas viram e passam a cair com petróleo em baixa; dólar segue estável

LinkedIn

Com o mercado todo ligado na transmissão da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado, o Índice Bovespa mudou de tendência e passou a cair. Por volta da hora do almoço, o índice, que começou o dia em alta, passou a perder força e, às 12h35, recuava 1,32%, aos 57.800 pontos. O volume negociado segue baixo, com as atenções voltadas para a votação do impeachment.

O mercado brasileiro acompanha as bolsas internacionais, que passaram a cair acompanhando a baixa dos preços do petróleo. Dados de estoques da Administração de Informações de Energia dos EUA divulgados hoje mostraram um crescimento de 2,28 milhões de barris, bem acima do 1,3 milhão esperado pelo mercado, um sinal de que a oferta de petróleo segue alta.

Com isso, o barril do tipo WTI, que vinha em alta em Nova York, passou a cair e perdia quase 3%, vendido a US$ 44,98. O tipo Brent, em Londres, recuava 2,54%, para US$ 47,14. A queda do petróleo afetava também outras commodities e fortalecia o dólar no exterior.

Na Europa, as bolsas perderam fôlego, com o Financial Times perdendo 0,50%, o DAX, de Frankfurt, 0,43%, e o CAC, de Paris, 0,17%. Nos EUA, o Índice Dow Jones perdia 0,36%, o S&P 500, 0,37% e o Nasdaq, 0,28%.

Petrobras recuava acompanhando o petróleo, com o papel preferencial (PN, sem voto) recuando (BOV:PETR4) 1,53% e o ordinário, com voto (BOV:PETR3) 2,50%. Vale ON (BOV:VALE3) perdia 3,91% e Vale PNA (BOV:VALE5), 3,57%. Os bancos, principal peso no Ibovespa, caíam, indicando saída de investidores estrangeiros. O papel PN do Itaú (BOV:ITUB4) recua  2,13%, o PN do Bradesco (BOV:BBDC4), 1% e Banco do Brasil ON (BOV:BBAS3), 1,77%. A unit (recibo de ações) do Santander (BOV:SANB11), é exceção, com alta de 0,44%. Ambev (BOV:ABEV3), segundo maior peso no Ibovespa, perdia 0,83%.

As maiores quedas do Ibovespa eram de Lojas Americanas PN (BOV:LAME4), 4,50%, Bradespar PN (BOV:BRAP4), 4,13%, seguidas das ações da Vale e de Energias do Brasil ON (BOV:ENBR3), 3%. As maiores altas  são de Braskem PNA (BOV:BRKM5), 3,45%, Sabesp ON (BOV:SBSP3), 1,24%, TIM ON (BOV:TIMP3), 0,98% e CPFL ON (BOV:CPFE3), 0,43%. Apenas sete ações das 59 do Ibovespa estão em alta.

Dólar estável

O dólar comercial segue praticamente estável, com alta de modestos 0,06%, vendido a R$ 3,242. O dólar turismo está estável, a R$ 3,37. No mercado de juros futuros, as projeções mais curtas, dos contratos para janeiro de 2017, a taxa subiu para 14,025% ao ano, ante 14% ontem. O juro subiu após a divulgação do déficit primário do setor público de julho, recorde para o mês, aumentado as chances de o Banco Central (BC) manter o juro básico Selic alto por mais tempo. Para 2021, a projeção caiu, para 12,13%, ante 12,15% ontem.

 

 

 

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.