Preços relacionados à alimentação e bebidas foram os que mais subiram no país em Julho de 2016

LinkedIn

Sete dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o cálculo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) mostraram crescimento médio de preços entre junho e julho de 2016. A maior variação positiva mensal foi apresentada pelo grupo de produtos e serviços relacionados à Alimentação e Bebidas, cujos preços subiram 1,32%. Por outro lado, a menor variação percentual foi registrada pelo grupo de produtos e serviços relacionados à Vestuário, que apresentaram queda média de 0,38% nos preços aferidos.

O índice geral, que engloba todos os produtos e serviços que compõem o IPCA, encerrou o mês de julho com alta de 0,52%. Clique aqui e saiba mais detalhes sobre o IPCA de julho de 2016.

 

Variação mensal dos principais grupos de produtos e serviços que compõem a pesquisa de preços do IPCA

Confira abaixo a variação mensal, a variação acumulada anual e a variação acumulada nos últimos doze meses dos preços médios dos principais grupos de produtos e serviços aferidos pela pesquisa do IBGE para o cálculo do IPCA de julho de 2016.

Mês (%) Ano (%) 12 Meses (%)
Alimentação e Bebidas 1,32 8,79 13,58
Artigos de Residência 0,53 3,90 5,69
Comunicação 0,02 0,75 2,79
Despesas Pessoais 0,70 5,30 8,22
Educação 0,04 7,45 9,19
Habitação -0,29 1,77 5,46
Saúde e Cuidados Pessoais 0,61 8,18 11,53
Transportes 0,40 1,86 6,61
Vestuário -0,38 1,96 5,38
Total 0,52 4,96 8,74

Deixe um comentário