Ibovespa abre praticamente estável; Europa cai com receio do Deutsche Bank

LinkedIn

O mercado brasileiro abriu ignorando a turbulência na Europa, por conta das preocupações com o alemão Deutsche Bank. As ações da Petrobras abriram o pregão em alta. Os papéis ordinários (BOV:PETR3) (ON, com voto) subiam 0,13% enquanto as ações preferenciais (BOV:PETR4) (PN, sem voto) subiam 0,60%. Na contramão, as ações ordinárias da Vale (BOV:VALE3) caíam 0,51%.

Nos bancos, resultados mistos com ações ordinárias do Itaú Unibanco (BOV:ITUB4) subindo 0,08%. Preferenciais do Bradesco (BOV:BBDC4) caíam 0,03% enquanto os papéis ordinários caíam 0,18%. Banco do Brasil ON (BOV:BBAS3) registrava alta de 0,27%.

Entre os destaques de alta da carteira estavam as ações ordinárias da Smiles (BOV:SMLE3) (+2,27%), EcoRodovias (BOV:ECOR3) (+2,17%), CCR (BOV:CCRO3) (+1,91%) e Natura (BOV:NATU3) (+1,84%). Na outra ponta, preferenciais da série A (PNA, sem voto) da Braskem (BOV:BRKM5) e da Suzano (BOV:SUZB5) recuavam, respectivamente, 2,58% e 1,23%. Destaque de baixa também para RaiaDrogasil ON (BOV:RADL3) (-1,22%) e Engie Brasil ON (BOV:EGIE3) (-1,18%).

Bolsas da Europa caem com receio ao Deutsche Bank

O mercado europeu registrava queda nas ações nessa sexta-feira ainda sob reflexos negativos do possível risco sistêmico à economia provocado pelos bancos alemães, principalmente pelo Deutsche Bank. As ações do banco chegaram a cair 8% hoje, pois de despencar 6,31% no pregão de ontem após a notícia de que clientes estão encerrando operações com a instituição e sacando recursos. Há pouco, porém, as ações se recuperaram, subindo 0,09%.  Nos índices, o britânico Financial Times recuava 0,54%. O Stoxx 50 caía 0,66% enquanto o alemão DAX recuava 0,36%. Na França, o CAC caía 0,75%.

Nos Estados Unidos, os mercados abriram em alta. O índice Dow Jones subia 0,55%, enquanto o S&P 500 registrava alta de 0,40%. Já o Nasdaq operava em alta de 0,26%.

Juros e dólar abrem em queda

Os juros futuros recuavam nessa sexta-feira. Os contratos com vencimento em 2018 passavam de 13,770% para 13,765%. Já os DI’s com vencimento em 2018 caíram de 12,230% para 12,180%. Os juros futuros com para 2021 passaram de 11,650% para 11,560%.

No mercado de câmbio, o dólar comercial operava em queda de 0,54%, cotado a R$ 3,243. O dólar turismo era cotado a R$ 3,390.

O post Ibovespa abre praticamente estável; Europa cai com receio do Deutsche Bank apareceu primeiro em Arena do Pavini.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.