Revisamos nossa estimativa de crescimento de 2016 para baixo

LinkedIn

Com a divulgação do IBC-Br ontem pelo BC, tivemos que refazer nossas estimativas para o PIB do terceiro trimestre e, com ela, a do PIB de 2016.

Agora estamos projetando uma contração de 1,21% no terceiro trimestre, levando a uma queda de 3,81% no PIB do ano. Com esse PIB, caso confirmado, a economia terá retornado ao terceiro trimestre de 2010. Veja o gráfico:

pibtrimestral

Do seu ponto mais alto, em set/2010 até o fim de setembro passado, o PIB caiu 9,10%. Esse encolhimento da renda, eu imaginava, teria terminado no segundo trimestre desse ano, mas os dados mostram que eu estava enganado. Estamos com o PIB em queda ainda e ela deve durar até o primeiro trimestre do ano que vem.

Se tivermos uma queda de 1,20% no terceiro trimestre e outra queda de 0,50% no quarto, o encolhimento do PIB em 2017 chegará a 3,80%. Em relação às projeções originais que tínhamos para o ano, houve uma grande mudança.

Até a semana passada projetávamos uma queda anual de 3,20% para esse ano e uma alta modesta de 1% para o ano que vem. Agora, mudando as estimativas para o terceiro e quarto trimestres, terminamos 2016 com -3,80% Em 2016 e de alta de 0,10% em 2017, caso os PIB trimestrais venham em 0,5%. Veja o gráfico com as estimativas antigas e as novas:

estimativa

Levando em conta as condições da demanda (Consumo das Famílias, Investimentos e Gastos do Governo), o quadro não deve ter um comportamento muito melhor.

Em tempo, em função do último número do IPCA-15, que continuou a mostrar queda dos alimentos, mudamos nossa estimativa para o IPCA de outubro, de 0,30% para 0,10%. Para 2016, o índice deve fechar abaixo de 7,00%.

Deixe um comentário