ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

BEEF3 – UM BOM CHURRASCO LEVA TEMPO

LinkedIn

Bom vamos lá dar uma atualizada no “beefinho”…churrasquin bom esse aqui…mas leva tempo. Artigo sobre a Minerva (BOV:BEEF3)

Resultado não agradou, mas o case segue on track para 2017…é tipo costelão de 12 horas amigo…demora…mas é bom demais!

Resultado do 4T16 foi fraco e aquém do esperado espero reação negativa hoje.  

Redução do número de abates (-12% YoY) e de volume de vendas (-15% YpY) foi parcialmente compensado por preços levemente melhores (+4,3% YoY em Reais na carne in natura para exportação), mas ainda assim houve redução de margem pela menor utilização de capacidade. Os motivos a meu ver: (i) chuvas e problemas logísticos em sua planta no Paraguai; (ii) atividade econômica muito fraca no mercado interno pressionou a demanda por carne bovina; (iii) Dólar desvalorizado frente ao Real afetou as exportações.

beef4T16 1

Apesar do fraco desempenho nas vendas, acho bem importante destacar a melhora do ciclo financeiro com redução de 7 dias nas minhas contas – saindo de 33 dias no 3T16 para 25 no 4T16. Isso faz uma diferença enorme no fluxo de caixa da empresa e explica a forte geração de caixa livre do trimestre.

Capital de giro:

O resultado positivo da variação da necessidade do capital de giro no trimestre é explicado principalmente: (1) pela linha “Fornecedores” (+R$ 179,0 milhões), pois a Companhia adquiriu maior quantidade de matéria-prima a prazo no último trimestre de 2016 (e dessa forma, o ciclo de pagamento de fornecedores subiu de 20 dias no 3T16 para 27 dias no 4T16) e; (2) pela linha “Estoques” (+R$ 155,4 milhões), o ciclo de estoques caiu de 33 dias no 3T16 para 26 dias no 4T16. Em contrapartida, a rubrica “Recebíveis” consumiu R$ 47,6 milhões no 4T16, efeito do alongamento no prazo de recebimento no mercado interno.

beef4T16 2

Empresa seguiu sua estratégia já desenhada no 3T16 de focar no aumento da penetração no mercado interno buscando a diversificação de clientes mesmo num cenário adverso, mas que pode dar bons frutos com a recuperação da atividade interna.

Principal driver de valor para 2017 segue sendo a perspectiva mais favorável acerca do ciclo do gado (comento abaixo). Nisso baseio minha expectativa favorável a empresa, além óbvio do fato de ser uma boa empresa.

Ciclo do Gado à driver para 2017

Demanda mundial por carne bovina segue crescendo e players importantes estão com menor capacidade de atender isso (problemas na Austrália e Nova Zelândia). Gráfico abaixo mostra que com exceção dos EUA, a expectativa do USDA é de manutenção ou aumento de importação de carne bovina pelos maiores importadores.

 beef4T16 3

Isso num cenário de contração da oferta por Austrália (um dos maiores fornecedores mundiais) e Nova Zelândia, que abre uma janela para os países da América do Sul exportar mais.

beef4T16 4

Abaixo gráfico de projeção do USDA para exportações da América Latina:

beef4T16 6

RESUMO

Positivo:

O ROIC no 4T16 atingiu 23,9%, em linha com o nível dos últimos dois anos.

Fluxo de caixa livre de 197 MM com aumento do prazo de pagamento de fornecedores e redução do prazo de estocagem.

Dividendos de 0,2578/ação, um yield de 2,2% ficando ex dia 04/04 e pagos em 17/04/2017.

Ciclo do gado em 2017.

Negativo:

Volume de abates e utilização de capacidade baixos.

Queda de margem com menor utilização de plantas.

Aumento da alavancagem para 3,4x DL//Ebitda. Importante destacar que a posição de caixa cobre as amortizações das dívidas até 2026 e o duration da dívida é de mais de 6 anos.

Gratuito - Quero ver a lista de criptomoedas - clique no banner

Deixe um comentário