ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Europa: don't call my name Alejandro

LinkedIn

O ano era 2010…depois de 3 anos praticamente sem férias estava embarcando para uma trip no leste europeu (Cracóvia, Viena, Bratislava e Budapeste) com 2 amigos …. 2 músicas bombavam nas radios: PanPanamericano e Alejandro da Lady Gaga. Algumas doses de vodka, jagermeister entre outras coisas que nem lembram eternizaram essas 2 músicas em minha cabeça. Como éramos 3 e um deles era Fernando, eu assumi o papel de Roberto e o mais fanfarrão de todos o de Alejandro….éramos uma piada pronta e ambulante…Alejandro, Fernando e Roberto pelo leste Europeu!

Ainda escrevo um livro sore as histórias…enquanto isso não acontece, paro por aqui com a historia da trip…mas a música da Lady Gaga é bem o que Europa vive hoje em dia

Don’t call my name / Don’t call my name, Alejandro / I’m not your babe / I’m not your babe, Fernando / Don’t wanna kiss, don’t wanna touch / Just smoke my cigarette and hush / Don’t call my name / Don’t call my name, Roberto

É meio que um “não sou de ninguém, eu sou de todo mundo e todo mundo me quer bem”  … abaixo comento da macroeconomia que vai bem … mas o risco para 2017 é: será que vamos poder continuar chamando a União Europeia de União?

Don’t call my name / Don’t call my name, Alejandro , Fritz, Pierre, George, Manoel, Enzo….

O principal “trend” lá a meu ver, após a volta da inflação é a melhora na confiança dos agentes…algo muito positivo para deixar passar batido. Primeiro na indústria:

 

Mas também no setor de serviços….

Até em Portugal! heheheh…Apesar da fraqueza daquela economia os portugueses parecem mais otimistas…seria o final do inverno ajudando?

2 Indicadores ajudam e muito essa melhora de confiança:

(i) Atividade que mostra melhora: 

(ii) O desemprego vem se reduzindo por lá…ainda que não totalmente bem espalhado, mas o número total já mostra melhora!

Isso, entre outros vários fatores ajudaram a puxar o Euro contra o Dólar, após a mínima recente, muito próxima a paridade…Mas tem muita gente ainda reforçando o call de que irá caminhar para paridade….#veremos.

euroxdol

Mas já comentei aqui que o PRINCIPAL RISCO em se tratando de Europa é o político!! Comentei isso algumas vezes aqui, tal como no dia 28/11: EUROPA – CADA UM POR SI E DEUS POR TODOS?

Veja que o spread entre os títulos franceses e alemães só aumentam com o receio dos agentes com a eleição que vem vindo, sendo colocado no preço…ainda mais depois de Brexit e Trump!

Isso porque a Le Pen (ou Le “pain”) já disse que se for eleita, sairá do Euro em no máximo 6 meses!

Soma-se a isso os riscos em Itália, Holanda e Alemanha, todos com referendos e/ou eleições esse ano…ainda tem Áustria com a direita nacionalista sempre dando as caras … Brexit acontecendo de fato … enfim, muita coisa acontecendo na cena geopolítica 

Dont call my name! União Europeia

Deixe um comentário