IGP-10 e o otimismo dos mercados quanto à Yellen

LinkedIn

Mercados Globais

O mercado teve uma reação inicial ao discurso de Janet Yellen no Senado dos EUA ruim. Após a leitura mais atenta ao que disse a presidente do FED, as bolsas, moedas e títulos voltaram ao otimismo. Isso porque Yellen praticamente repetiu o que vem dizendo exaustivamente há meses. O FED subirá os juros lentamente, observando tanto o mercado de trabalho como os preços. A resposta que mais assustou o mercado dizia respeito à nova alta dos juros e ela disse o que parece óbvio: se o FED não subiu os juros ao menos uma vez em 2017, ele corre o risco de ficar atrás da curva. Curiosamente, um grande banco de investimentos dos EUA soltou relatório para seus clientes alertando sobre os riscos de uma desaceleração mais forte, ou até mesmo uma recessão, no final desse ano. As bolsas fecharam em alta de quase meio por cento. O destaque são as ações de bancos, que ficaram em destaque após a confirmação do cenário de otimismo com as perspectivas para a política monetária dos EUA. A bolsa de Tóquio subiu 1%e a de Hong Kong 1,2%. As ações dos bancos europeus estão em alta: Societé Generale +1,55%, BNP Paribas +1,92%, Credit Agricole +4,21% e Deutsche Bank 2,17%. Hoje saem dados dos estoques de petróleo dos EUA, Janet Yellen continua sua maratona na comissão de bancos do Senado dos EUA e diversos membro do FED fazem discursos.

O minério de ferro opera estável a US$ 81 a tonelada e o petróleo WTI cai 0,5%, saindo a US$ 52,95 o barril.

Brasil

A Fundação Getúlio Vargas divulgou o IGP-10 de fevereiro e ele veio em 0,14% após os 0,88% de janeiro. A inflação, em mais esse índice vai mostrando a sua tendência de queda, influenciada pela queda do dólar e da melhora das condições de oferta de energia elétrica e alimentos. Os preços no atacado caíram 0,03% e ao consumidor subiram 0,54%. Veja o gráfico da inflação acumulada em doze meses, medida pelo  IGP-10:

Ontem a Bovespa movimentou R$ 8,8 bilhões com uma média mensal de R$ 7,7 bilhões.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.