PMS de Abril de 2017: Setor de serviços brasileiro recuou 5,0% nos últimos doze meses

LinkedIn

De acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) realizada mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre maio de 2016 e abril de 2017, o volume de negócios no setor de serviços do país retraiu 5,0%, em comparação com os doze meses anteriores.

Na análise dos resultados por atividades acumulados nos últimos 12 meses, o segmento de Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio registra a maior queda, com -6,7%, seguido dos Serviços profissionais, administrativos e complementares, com -6,6%. Nesse contexto, destacam-se os Serviços técnico-profissionais, que vêm apresentando expressivos recuos, devido à baixa demanda por parte do setor industrial e dos governos.

A receita nominal acumulada pelo setor nos últimos doze meses, por sua vez, ficou estável (0,0%). Clique aqui para saber mais sobre o desempenho do setor de serviços brasileiro em Abril de 2017.

 

Volume de Serviços no Brasil nos últimos doze meses

Volume de Serviços Índice (Pontos) Acumulado 12 Meses (%)
Brasil 85,5 -5,0
Rondônia 91,6 -15,5
Acre 88,7 -2,4
Amazonas 69,9 -12,1
Roraima 82,1 -7,8
Pará 82,4 -7,6
Amapá 63,5 -15,7
Tocantins 100,2 -8,9
Maranhão 71,7 -10,4
Piaui 83,7 -2,1
Ceará 84,9 -2,7
Rio Grande do Norte 85,0 -3,0
Paraíba 76,3 -8,2
Pernambuco 77,9 -7,7
Alagoas 88,2 -2,6
Sergipe 75,1 -9,9
Bahia 79,3 -7,6
Minas Gerais 85,0 -3,7
Espirito Santo 80,8 -6,6
Rio de Janeiro 82,4 -8,1
São Paulo 88,6 -2,7
Paraná 94,0 -3,3
Santa Catarina 81,4 -9,2
Rio Grande do Sul 84,7 -5,4
Mato Grosso do Sul 78,7 -11,8
Mato Grosso 96,6 -13,6
Goiás 79,2 -9,1
Distrito Federal 82,2 -6,7

Deixe um comentário