ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

Vigésimo quarto Boletim Focus de 2017 manteve a aposta que o dólar encerrará o ano cotado a R$ 3,30

LinkedIn

As previsões dos economistas do mercado financeiro brasileiro sobre a variação do dólar comercial em 2017 foram mantidas na vigésima quarta edição do Boletim Focus do ano, divulgada nesta segunda-feira, 19 de Junho. De acordo com o relatório do Banco Central (BC), o dólar norte-americano encerrará o ano cotado em R$ 3,30, valor semelhante à projeção divulgada pela autoridade financeira no relatório da semana anterior (R$ 3,30).

Ao longo da vigésima quarta semana de 2017 (terceira semana de Junho), o preço do dólar negociado no Brasil caiu 0,15% ante o real. Foi a décima segunda semana de desvalorização da moeda norte-americana no ano, contra onze semanas de valorização e uma de estabilidade.

O dólar encerrou a semana negociado a R$ 3,2865 para compra e a R$ 3,2871 para venda. Nos últimos quatro pregões, foram dois pregões de alta contra dois de baixa.

No mês de junho, após onze pregões, a moeda norte-americana apresenta uma valorização de 1,57%. São seis pregões de alta contra cinco de baixa ao longo do mês. No último pregão de maio, o dólar fechou cotado a R$ 3,2357 para compra e a R$ 3,2367 para venda.

Em 2017, após cem e treze pregões, o dólar acumula uma alta de 1,15% ante o real. São cinquenta e sete pregões de alta contra cinquenta e seis de baixa, até o momento, no ano. No ano passado, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

Clique aqui e confira a íntegra do Boletim Focus divulgado no dia 19 de Junho de 2017.

O Boletim Focus é um relatório divulgado semanalmente pelo BC. Esse relatório contem uma série de projeções sobre a economia brasileira coletadas junto a alguns dos principais economistas em atuação no país. Cerca de 100 (cem) analistas de mercado, representando as principais instituições financeiras do Brasil, opinam sobre a perspectiva futura de diversos indicadores de nossa economia. O relatório é confeccionado de segunda-feira a domingo, sendo divulgado sempre às segundas-feiras da semana seguinte à sua confecção

 

Deixe um comentário