Cemig: RME e Lepsa, do bloco de controle da Light, decidem vender participações

Google+ LinkedIn

Assim, todo o bloco de controle da Light, que tem 52,12% do capital da empresa, resolve vender sua fatia. Na última segunda-feira, dia 10, o diretor de Finanças e Relações com Investidores da estatal mineira, Adézio de Almeida Lima, afirmou que já havia contato com 14 potenciais compradores para a sua participação na Light, dos quais 12 sinalizaram interesse pelo ativo, disse. Segundo ele, dentre os dois investidores restantes, um indicou que estudaria a operação e apenas um afirmou que, neste momento, a Light não seria foco da empresa.

A Rio Minas Energia Participações (RME) e a Luce Empreendimentos e Participações (Lepsa), que fazem parte do bloco de controle da Light juntamente com a Cemig (BOV:CMIG4), resolveram iniciar o processo de venda de suas participações na companhia.

A Cemig possui 43% do capital social da Light, e na atualização de seu plano de desinvestimentos, divulgado na última sexta, informou que o valor de mercado da Light estava em pouco mais de R$ 2 bilhões.


 

O Money Times busca ser uma referência independente em informações de relevância para o mercado: investidores, analistas, gestores ou entusiastas do ambiente econômico brasileiro.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.