Fique de olho: Gol divulga dados, Temer entrega defesa hoje, Via Varejo, Cemig, China, euro

LinkedIn

Gol divulga prévia de desempenho do segundo trimestre

A companhia aérea Gol anunciou hoje vários dados de desempenho. A empresa estima uma margem operacional de 1,5% a 2,0% no trimestre, um aumento de aproximadamente 10 pontos percentuais sobre a do do trimestre findo em junho de 2016, de -8,2%, excluindo-se resultados não recorrentes. A receita unitária de passageiro (PRASK) para o trimestre findo em junho aumentou entre 7,5 e 8,0% comparada ao mesmo período do ano passado, à medida que a disciplina de capacidade e as estratégias de gerenciamento de receita continuam beneficiando os resultados. Para o trimestre findo em junho, a Gol espera um aumento da receita unitária (RASK) de 8,5% a 9,0%. Os custos unitários ex-combustíveis (CASK ex-comb.), excluindo despesas não recorrentes, deverão cair aproximadamente 4% no trimestre encerrado em junho, comparativamente ao mesmo período do ano anterior. A companhia informou ainda que reduziu sua dívida total, incluindo arrendamentos financeiros e operacionais, em aproximadamente R$ 100 milhões no trimestre, totalizando mais de R$ 4,8 bilhões em redução de dívida nos últimos 18 meses.

Pão de Açúcar fecha acordo com ex-donos da Casas Bahia

O Pão de Açúcar divulgou ontem fato relevante informando ao mercado que fechou acordo com as famílias Klein, antiga dona das Casas Bahia, para encerrar as disputas judiciais. Segundo a empresa, sua controlada, a Via Varejo, celebrou ontem Termo de Acordo com Michael Klein, Eva Lea Klein e Casa Bahia Comercial Ltda, por meio do qual foram ajustados o reembolso das perdas e danos entre a Via Varejo e a família já incorridas até 8 de novembro de 2016, bem como os critérios para determinação das responsabilidades entre os Klein e a Via Varejo por perdas após essa data. Foram acertadas também as garantias do respectivo pagamento à Via Varejo pelos Klein, conforme as disposições do Acordo de Associação celebrado em 4 de dezembro de 2009, e aditado em 1º de julho de 2010, entre a família, a GPA e Globex Utilidades, antigo nome da Via Varejo. Os valores do acordo não foram informados.

Cemig recebe oferta da Brookfield pela Renova e pela Light

A Cemig divulgou ontem que recebeu uma oferta não vinculante da Brookfield Energia Renovável por suas controladas Light S/A e Renova Energia S/A. A avaliação da proposta está sendo feita por seus acionistas controladores.

Raimundo Lira será novo líder do PMDB no Senado

O senador Raimundo Lira (PMDB-PB) foi escolhido o novo líder do PMDB no Senado. A bancada escolheu o senador paraibano por aclamação em reunião realizada na noite de ontem. Com isso, Lira vai conduzir a maior bancada do Senado – que tem 22 parlamentares – nas próximas votações. “O nosso objetivo é harmonizar a bancada e representar o pensamento da maioria”, disse o novo líder logo após o resultado. Ele afirmou ainda que terá responsabilidade maior por ter sido escolhido por unanimidade. Lira vai substituir Renan Calheiros (AL), que deixou a liderança do partido na última semana, após divergências com os colegas de bancada em relação às reformas propostas pelo governo – das quais o senador alagoano é forte crítico. “Eu acho que é um nome que sistematiza a variedade de correntes do PMDB. Ele pode muito bem desempenhar esse papel, que é relevante para o Brasil”, avaliou Renan. Quem também se mostrou satisfeito com a escolha foi o presidente nacional do partido e líder do governo no Senado, Romero Jucá (RR). Para ele, a escolha de Lira demonstrou “a maturidade da bancada”.

Deputado do PMDB do Rio será relator do caso Temer na CCJ

Sergio Zveiter (PMDB-RJ), membro de uma tradicional família de advogados e juristas fluminense – seu pai (Waldemar Zveiter foi presidente do STJ e o irmão, Luiz Zveiter, é desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) -, será o relator do processo contra Michel Temer. Segundo a MCM Consultores, ele não era, tudo indica, o preferido do Planalto, que tentou emplacar na relatoria o deputado gaúcho Alceu Moreira (PMDB), muito próximo a Eliseu Padilha. Zveiter, contudo, está longe de ser um oposicionista. Em geral, tem votado de acordo com os interesses do governo na Câmara dos Deputados e foi cotado para relatar a Reforma da Previdência Social na Comissão Especial da Câmara Federal. Zveiter tem boas relações com o presidente da Câmara Federal, Dep. Rodrigo Maia (DEM-RJ). Se não há motivo para Temer comemorar efusivamente a escolha feita pelo presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), tampouco há razão para ficar de fato preocupado, avalia a MCM.

Defesa de Temer na CCJ será entregue hoje às 15 horas

Com a indicação do deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) para a relatoria da denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, a defesa do presidente será entregue hoje, às 15h, na CCJ, pelo advogado de Temer, Antônio Mariz. A informação foi dada pelo vice-líder do governo, deputado Carlos Marun (PMDB-MT), ao informar que o presidente só aguardava a indicação do relator para apresentar a defesa. Marun disse que o governo tem pressa na tramitação e na conclusão desse processo. Ele informou que a base governista vai garantir quórum para a realização das sessões da Câmara nesta sexta-feira (7) e na segunda-feira (10). Para que as sessões sejam realizadas, são necessários pelo menos 51 deputados presentes. Pela Constituição, a CCJ tem cinco sessões da Câmara para apreciar a denúncia contra o presidente e votar o parecer do relator. O plano dos governistas é votar o parecer na CCJ quarta-feira (12) da próxima semana, e no plenário da Câmara na sexta-feira (14) seguinte.

Governo aprova urgência para reforma trabalhista com folga

O Senado aprovou o requerimento de urgência da reforma trabalhista com folga, por 46 votos a 19, sugerindo maioria pro-Temer na Casa. Segundo o presidente Eunício Oliveira, haverá discussão sobre a reforma hoje (14h), após acordo com a oposição. A votação em plenário – último passo para a aprovação da reforma – deve se dar na próxima terça-feira, dia 11.

PMI do euro indica recuperação

O índice dos gerentes de compras (PMI) composto, que reúne dados de indústria e serviços, da zona do euro registrou queda de 0,5 ponto na passagem de maio para junho, atingindo 56,3 pontos, segundo os dados divulgados hoje pela Markit. O resultado, no entanto, superou a leitura preliminar que indicava uma queda mais intensa, de 1,1 ponto. O índice do setor de serviços caiu de 56,3 para 55,4 pontos. O desempenho do indicador desse segmento da Alemanha recuou de 57,4 para 56,4 pontos. Já o índice da indústria, que foi divulgado na última segunda-feira, subiu 0,4 ponto no período. Apesar do recuo no mês passado, o indicador continua em nível elevado reforçando a expectativa de manutenção do crescimento na Área do Euro no segundo trimestre, segundo o Bradesco.

PMI de serviços da China indica desaceleração

Na China, os dados de atividade vieram mais fracos. O índice (PMI) do setor de serviços recuou em junho (de 52,8 em maio para 51,6). Desta forma, considerando a economia como um todo, e apesar da ligeira melhora da indústria, temos que a economia registrou uma leve desaceleração no último mês (o índice PMI composto foi para 51,1, de 51,5).

 

 

Deixe um comentário