IGP-M encerrou Julho de 2017 com queda acumulada de 1,66% nos últimos doze meses

LinkedIn

Com a queda de 0,72% registrada no sétimo mês de 2017, a inflação medida pelo Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M) acumulou uma desvalorização de 1,66% nos últimos doze meses (período entre 21 de julho de 2016 e 20 de julho de 2017). Essa taxa é bem inferior ao piso da meta inflacionária (2,50%) estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para o ano. Também ficou bem abaixo da taxa anual de 1,57% registrada na aferição anterior.

Também conhecido como a inflação do aluguel, o IGP-M acompanha mensalmente a oscilação dos preços no mercado atacadista, no mercado varejista e no setor de construção civil. A coleta de preços é realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) no período compreendido entre os dias 21 (vinte e um) do mês anterior e 20 (vinte) do mês de referência. O indicador é utilizado como referência para a correção de valores de contratos de energia elétrica e aluguel de imóveis.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo – Mercado (IPA-M) – que mede a variação dos preços no atacado e representa 60% (sessenta por cento) da composição do IGP-M – registrou baixa de 1,16% em julho e acumulou uma desvalorização de 4,33% nos últimos doze meses. Clique aqui e saiba mais sobre o desempenho do IPA-M em julho de 2017.

O Índice de Preços ao Consumidor – Mercado (IPC-M) – que mede a variação dos preços no varejo e representa 30% (trinta por cento) da composição do IGP-M – registrou alta de 0,04% em julho e acumulou uma valorização de 3,23% nos últimos doze meses. Clique aqui e saiba mais sobre o desempenho do IPC-M em julho de 2017.

O Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado (INCC-M) – que mede a variação dos preços na construção civil e representa 10% (dez por cento) da composição do IGP-M – registrou alta de 0,22% em julho e acumulou uma valorização de 4,22% nos últimos doze meses. Clique aqui e saiba mais sobre o desempenho do INCC-M em julho de 2017.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.