JBS sobe 9% após venda da Alpargatas; UBS recomenda compra de Minerva

LinkedIn

As ações da JBS (BOV:JBSS3) estão em forte alta na bolsa hoje, após a empresa anunciar que fechou a venda do controle da Alpargatas para a Itaúsa, controladora do Banco Itaú, por R$ 3,5 bilhões. Além disso, a JBS informou que conseguiu uma liminar que permite a venda dos ativos relacionados a carne bovina na Argentina, Uruguai e Paraguai para o concorrente Minerva. Os papéis ordinários da JBS sobem 9%, diante da expectativa de que o preço tenha sido bom para a empresa.  O Índice Bovespa subia 0,54%, para 65.182 pontos.

Itaúsa, das famílias Villela e Setubal, e Brasil Warrant e Cambuhy, da família Moreira Sales, dividirão o valo a pagar. A Itaúsa irá desembolsar R$ 1,75 bilhão por 50% da participação da J&F, que corresponde a 27,12% do capital total da Alpargatas, por meio de dívida a ser contratada. Já a Brazil Warrant e a Cambuhy ficarão com outros 27,12% do capital da Alpargatas. O acordo precificou as ONs em R$ 14,25 e as PNs em R$ 11,40.

As ações da Alpargatas ON (BOV:ALPA3) fecharam no pregão de ontem valendo R$ 13,70, 4% abaixo do preço pago, já as PNs fecharam em R$ 14,20, 19% acima do valor acordado. ?Acreditamos que a aquisição foi feita por um preço bem atrativo, o que é positivo para a Itaúsa?, diz a Coinvalores.

Já o UBS destaca a operação de venda de operações na América Latina para o Minerva, que vai beneficiar o frigorífico ao permitir um crescimento de 52% em sua capacidade de abate. O banco suíço reiterou a recomendação de compra do Minerva. Para a JBS, o UBS tem recomendação de manter, mas vê a notícia da permissão para venda dos ativos como positiva.

 

Deixe um comentário