Eletropaulo quer manter contratação perto do limite regulatório

LinkedIn

O presidente da AES Eletropaulo (BOV:ELPL4), Charles Lenzi, reiterou nesta quarta-feira, 9, que a companhia continuará trabalhando em alternativas para manter o nível de contratação da distribuidora perto do limite regulatório de até 105% da demanda, “de forma que não haja risco financeiro para a companhia ou de repasse para os consumidores”, disse, durante teleconferência com analistas e investidores.

Ao longo do segundo trimestre deste ano, a Eletropaulo buscou negociações bilaterais com seus fornecedores de energia e participou de leilões do Mecanismo de Compensação de Sobras e Déficits (MCSD), o que resultou em uma diminuição em 1,7 ponto porcentual da sobrecontratação, para 104,2%, abaixo, portanto, do nível regulatório de 105% a partir do qual a companhia incorre em perdas porque assume o excesso de compras, sem repasse desses custos para a tarifa.

A mesma estratégia foi utilizada para as sobras de energia previstas para 2018, com redução de 2,2 pontos porcentuais, para 105,1%, muito perto do limite regulatório. O diretor financeiro da companhia, Francisco Morandi, admitiu que essas descontratações de energia geraram um impacto positivo para a companhia, da ordem de R$ 70 milhões no Ebitda.

Fonte: Money Times. 

Deixe um comentário