Petrobras voltará a ser financiada pelo BNDES

LinkedIn

Segundo o diretor financeiro da Petrobras (BOV:PETR4), Ivan Monteiro, a empresa espera refinanciar a sua dívida, que deve cair de R$ 9,3 bilhões para R$ 8 bilhões ano que vem, com o vencimento para os anos de 2018, 2019 e 2020.

Na coletiva de imprensa sobre o resultado do segundo trimestre, Monteiro afirmou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) voltará a financiar a estatal. “Fizemos pagamentos expressivos para o BNDES e agora podemos voltar a operar. Uma linha que a gente espera utilizar o mais rápido possível é de Finame”, comentou. A Petrobras pretende contratar de R$800 milhões a R$ 1 bilhão somente em operações de Finame no próximo semestre, quando a liberação do banco deve ser de R$ 2 bilhões.

Por outro lado, Monteiro também destacou que a empresa continua com um nível elevado de dívidas e que seguirá com o programa de desinvestimentos que prevê a venda de US$21 bilhões até o final do ano que vem. Hoje, a Petrobras possui aproximadamente US$ 40 bilhões de ativos disponíveis para venda, mas nem tudo deve ser alienado. A meta de desinvestimento deve ser mantida, mesmo que haja mudanças no cenário político com as eleições de 2018, como a volta do PT ao governo.

Deixe um comentário