Bovespa volta a subir após seis quedas seguidas

LinkedIn

Para fechar a semana, o Ibovespa voltou a subir, como um movimento de ajuste. Ao mesmo tempo, o cenário externo começa a se mostrar um pouco menos propenso ao risco.

Histórico

O índice fechou o dia com uma valorização de 0,99%, com 74.293,51 pontos. As ações da Smiles (SMLE3) cresceram 4,6%, da Kroton (KROT3) subiram 5% e da CSN (CSNA3) valorizaram 5,8%. Por outro lado, os ativos da Cemig (CMIG4) continuam com uma queda de 0,9%, após os leilões, enquanto a Suzano (SUAB5) caíram 2,5%.

Em setembro, após 19 fechamentos, o indicador valorizou 4,88%. Já foram 11 pregões positivos contra oito negativos. Em agosto, o índice fechou com 70.835,05 pontos.

Com relação a 2017, após 187 pregões, o ibovespa subiu 23,35%. Foram 93 fechamentos positivos contra 94 negativos.  Em 2016, o índice fechou com 60.227,29 pontos.

Influências

O cenário interno permanece voltado ao ambiente político, especialmente às movimentações relacionadas à segunda denúncia contra o presidente Michel Temer.

Ao mesmo tempo, o mercado reagiu positivamente ao resultado abaixo do esperado do núcleo do índice de preços PCE (Personal Consumption Expenditures) dos EUA. A inflação abaixo das expectativas pode indicar que o Banco Central americano não subirá os juros em dezembro, como era previsto.

Deixe um comentário