Eletropaulo corrige: 60,36% dos acionistas aprovam ida ao Novo Mercado

Google+ LinkedIn

A Eletropaulo (BOV:ELPL3) corrigiu o porcentual de aprovação de sua proposta de conversão de ações preferenciais em ações ordinárias e migração ao Novo Mercado pelos acionistas preferencialistas, em assembleia especial realizada na terça-feira, 12. Foram 60,36% dos preferencialistas que aprovaram a proposta, e não 62,4%, como indicado inicialmente.

A direção da companhia fez um grande esforço para buscar a adesão do maior número possível de seus acionistas à proposta e disponibilizou a transmissão por vídeo da assembleia realizada na terça, em Barueri (SP), em hotéis no Rio e em São Paulo, além de estimular o voto a distância.

Os preferencialistas, detentores de ações até 23 de fevereiro deste ano e que não compareceram à assembleia, se abstiveram ou votaram contra a migração poderão exercer direito de retirada. A partir do arquivamento da ata da Assembleia Especial de preferencialistas na Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp), os acionistas terão 30 dias para pedir reembolso pela retirada.

Em fato relevante divulgado na terça, a companhia reiterou que poderá fazer uso da faculdade prevista na Lei nº 6.404/76 no sentido de propor a reconsideração da potencial migração ao Novo Mercado, a depender do eventual resultado do exercício do direito de retirada, pois considera que a operação é viável apenas “caso o custo decorrente do exercício do direito de retirada não seja substancial e, portanto, não afete a estabilidade financeira da empresa”. Pelo cronograma apresentado no mês passado, a intenção da companhia é dar início às negociações apenas com ações ordinárias em 1º de novembro.

Fonte: Estadão. 

Repórter ADVFN é o canal automatizado de informações da ADVFN Brasil, um dos principais veículos financeiros do país. Contém vídeos exclusivos sobre o dia a dia do mercado financeiro brasileiro, além de artigos inéditos produzidos por canais de comunicação parceiros.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.