Queda em desemprego indica recuperação nítida do mercado de trabalho forma, diz Ipea

LinkedIn

taxa de desemprego caiu 12,8% no trimestre encerrado em julho, segundo dados divulgados hoje (14) pela Carta Conjuntura do Ipea. Isso aconteceu por causa do aumento da população ocupada, que teve a sua primeira variação interanual positiva desde agosto de 2015. O números indicam uma recuperação mais nítida no mercado de trabalho formal no país.

Segundo a análise, houve uma redução de 31,7% de desempregados permitida pela expansão dos rendimentos e a desaceleração da desocupação. Ao mesmo tempo, no segundo trimestre do ano, apenas 3,4% de pessoas perderam o emprego, uma melhora quando comparada aos 3,6% relativos ao mesmo período de 2016.

Entre as pessoas que conseguiram uma nova ocupação após certo período desempregadas, 43% ingressou no mercado informal, 28% no  mercado formal, 28% começou a trabalhar por conta própria e apenas 1% virou empregadora.

Com relação aos salários, aqueles que trabalham no setor privado com carteira assinada tiveram um aumento interanual de 3,6%, enquanto os trabalhadores por conta e os informais tiveram uma queda de 1,2% e 2,9%, respectivamente.

Deixe um comentário