Bússola de Investimentos: Confira as principais notícias do mercado financeiro nesta quarta-feira, 4 de outubro

LinkedIn

A Bússola de Investimentos desta quarta-feira traz: Andrade Gutierrez desiste do OPA, Banrisul tem interesse em Oferta Pública, Suzano obtém crédito de R$ 260 milhões. Confira:

ANDRADE GUTIERREZ (ANDG3B)

Andrade Gutierrez Concessões anunciou através de Fato Relevante que desistiu do registro de Oferta Pública de Aquisição (OPA) de Ações para Cancelamento de Registro da Companhia. A empresa afirmou que não possui mais interesse em prosseguir com a OPA, mesmo que parte dos pedidos de procedimento diferenciado tenham sido atendidos pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Leia

BANRISUL (BRSR6)

O Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul), comunicou ao mercado nesta quarta-feira, 4, que foi informado pelo Estado do Rio Grande do Sul, atual controlador da instituição financeira, sobre o interesse na realização de Oferta Pública envolvendo ações que excedem seu controle. Leia

SUZANO (SUZB5)

A Suzano informou ao mercado, que em 25 de setembro celebrou o “Contrato de Abertura de Crédito Fixo” com o Banco do Brasil. O Contrato prevê a concessão de crédito, no valor de até R$ 260.189.953,00, a ser provido com recursos do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste e destina-se ao financiamento de implantação e formação de florestas de eucalipto para extração de celulose, em municípios dos Estados do Maranhão, Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais, a fim de atender à demanda das unidades industriais de Imperatriz (MA) e Mucuri (BA). Leia

ELETROBRAS (ELET3)

A Eletrobras afirmou nesta terça, 3, que a desestatização “ainda depende de autorizações governamentais, avaliação das autorizações e procedimentos legais, contratuais e regulatórios que serão necessários, no Brasil e exterior, além de avaliação do modelo a ser adotado e indicação do gestor, o que ainda não foi informado pelo acionista controlador à Eletrobras”. Leia

OI (OIBR4)

Representantes do Conselho de Administração da empresa telefônica Oi se reuniram com o presidente Michel Temer na tarde desta quarta-feira (3) para tratar da recuperação da empresa. A Oi tem dívidas acumuladas que somam R$ 65,4 bilhões e passa por um processo de recuperação judicial. Leia

BR Properties (BRPR3)

BR Properties anunciou através de Fato Relevante que encerrou o Programa de Recompra de Ações, vigente desde março de 2017. Foram adquiridas 1.115.100 ações ordinárias, pelo preço médio de R$ 9,25 por ação. Esses ativos serão mantidos em tesouraria e poderão ser entregues no Plano de Opção de Compra de Ações ou no Plano de Outorga de Ações Restritas. Leia

NUTRIPLANT (NUTR3)

Nutriplant informou hoje a administração da companhia aprovou o Plano de Recuperação Extrajudicial, o qual já conta com mais de 60% de adesão entre os seus credores. O pedido tem como objetivo “preservar o valor da empresa, sua função social e o estímulo à atividade econômica”, afirma o Fato Relevante. Leia

DASA (DASA3)

A Diagnósticos da América (DASA), comunicou ao mercado que concluiu o processo de compra do Laboratório Médico Santa Luzia, do Laboratório de Pesquisas Clínicas e Bromatológicas e da Usina de Diagnóstico e Alta Performance, após a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Leia

BTG Pactual (BPAC5)

O banco BTG Pactual informou ao mercado nesta terça-feira, 3, por meio de fato relevante, que o seu Conselho de Administração aprovou em reunião no dia 29 de setembro de 2017, o cancelamento de 16.216.200 milhões de ações ordinárias e 32.432.400 milhões de ações preferenciais Classe A, emitidas pelo Banco e recompradas sob a forma de Units BPAC11. Leia

VULCABRAS AZALEIA (VULC3)

A Vulcabras Azaleia informou ao mercado na noite desta segunda-feira (1), que definiu a faixa indicativa de R$ 8,50 a R$ 10,50 para o preço das ações em oferta de distribuição primária e secundária, com esforços de colocação no exterior. Leia

Deixe um comentário