IPP: Preços avaliados pelo Índice de Preços ao Produtor acumularam crescimento anual de 2,68% em Setembro de 2017

LinkedIn

Segundo o Índice de Preços ao Produtor (IPP), em setembro de 2017, os preços praticados pelas indústrias extrativas e de transformação no país variaram, em média, 2,68% quando comparados com o mesmo mês do ano anterior. Esta oscilação anual é 1,02% maior que a taxa de 1,66% registrada no mês anterior.

Em relação ao mesmo mês do ano anterior, comparando setembro de 2017 com setembro de 2016, as quatro maiores variações de preços ocorreram em indústrias extrativas (20,68%), refino de petróleo e produtos de álcool (11,39%), metalurgia (10,96%) e alimentos (-7,60%). Neste indicador, os setores de maior influência foram: alimentos (-1,65 ponto percentual), refino de petróleo e produtos de álcool (1,13 ponto percentual), metalurgia (0,79 ponto percentual) e indústrias extrativas (0,64 ponto percentual).

Entre as Grandes Categorias Econômicas, no acumulado em 12 meses, a variação de preços da indústria registrou, em setembro, as seguintes variações: bens de capital, 2,61% (0,22 ponto percentual); bens intermediários, 3,11% (1,73 ponto percentual); e bens de consumo, 2,03% (0,72 ponto percentual), sendo que a influência de bens de consumo duráveis foi de 0,41 ponto percentual e a de bens de consumo semiduráveis e não duráveis de 0,32 ponto percentual.

O Índice de Preços ao Produtor (IPP) das Indústrias Extrativas e de Transformação mede a evolução dos preços de produtos na porta de fábrica, sem impostos e fretes, e abrange informações por grandes categorias econômicas, ou seja, bens de capital, bens intermediários e bens de consumo (duráveis e semiduráveis e não duráveis). Clique aqui para saber mais detalhes sobre a performance do IPP em setembro de 2017.

Variação anual dos preços avaliados pelo IPP nas indústrias brasileiras nos últimos 14 meses

Grandes Categorias Econômicas set/17 ago/17 jul/17 jun/17 mai/17 abr/17 mar/17
Indústria Geral 2.68 1.64 1.09 1.53 2.24 3.06 2.82
   Bens de Capital (BK) 2.61 3.87 4.04 3.15 1.45 0.37 -1.05
   Bens Intermediários (BI) 3.11 1.47 1.02 1.03 2.16 3.67 3.87
   Bens de Consumo (BC) 2.03 1.38 0.48 1.93 2.57 2.77 2.14
      Bens Duráveis (BCD) 4.91 4.25 5.14 4.94 5.05 3.92 2.84
      Bens Semiduráveis e Não Duráveis (BCND) 1.16 0.50 -0.92 1.02 1.82 2.42 1.93
Grandes Categorias Econômicas fev/17 jan/17 dez/16 nov/16 out/16 set/16 aug/16
Indústria Geral 1.52 1.34 1.71 0.07 -1.14 0.52 3.03
   Bens de Capital (BK) -2.78 -2.92 -0.41 -0.41 -2.17 -2.09 -0.24
   Bens Intermediários (BI) 1.72 0.56 -0.09 -2.81 -4.37 -2.21 0.77
   Bens de Consumo (BC) 2.30 3.68 5.21 4.97 4.55 5.80 7.64
      Bens Duráveis (BCD) 2.38 2.91 3.67 3.37 2.81 3.19 4.00
      Bens Semiduráveis e Não Duráveis (BCND) 2.28 3.92 5.68 5.46 5.09 6.62 8.80

Deixe um comentário