Líderes do governo querem votar reforma enxuta da Previdência, diz Estadão

LinkedIn

Lideranças governistas no Congresso atuam nos bastidores junto à base aliada para colocar em votação uma proposta mais enxuta da reforma da Previdência no plenário da Câmara em novembro.

O grupo trabalha em um texto alternativo ao parecer do deputado Arthur de Oliveira Maia, que foi aprovado em maio em comissão especial da Casa. O documento é focado em três mudanças: idade mínima de aposentadoria, tempo mínimo de contribuição e uma regra de transição para quem já contribui hoje com a Previdência.

Os ajustes ocorrem em meio ao desenrolar da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer na Câmara, mas uma fonte da área econômica afirmou que o governo segue trabalhando pela aprovação do relatório de Arthur de Oliveira Maia, apurou o Estadão.

A resistência da base aliada na pauta de aposentadorias é amparada nas eleições de 2018. Deputados temem votar uma matéria dita impopular a menos de um ano do pleito eleitoral.

Fonte: Money Times

Deixe um comentário